Expectativa

EXPECTATIVA DO FILME || THE AMITYVILLE – O DESPERTAR

Olá Nossos Devanienses ( De Amityville )!

 

Resultado de imagem para the amityville o despertar

 

Mais um fime da sequela de Amityville. Na realidade, dos biliões que existem, este é o terceiro que vamos assistir. Biliões é uma maneira dizer. Já li o livro, inclusive. Vimos o Horror (Remake), o Terror e vamos ver este. O livro achei-o muito parecido com o filmes “The Amityville – O Horror”.

Basicamente esta história (ou estória –  a escolha é vossa) fala duma miúda que foi transferida. Há um rapaz que sabe que ela mora no 112. Ela não acha piada, porque acha que é um perseguidor, porém não passa de mais fascinado pela casa. Toda a gente sabe onde ela mora. Há um livro grosso sobre a casa “The Amityville – O Horror”. Como assim?! É isso que vende, não é mesmo?

Claro que o trailler tem de nos dizer que é “inspirado em acontecimentos reais”. Fala sério. É mais baseado em puro marketing.

 

Resultado de imagem para the amityville o despertar

 

A querida Mãe já sabia de tudo antes de se mudar. Diz apenas que são só estórias de fantasmas. Que aquela casa vai ser óptima para elas e para o Irmão dela. Claro que sim. Eu amaria viver numa casa que estivesse possuída. Até poderia ser só supostamente!

Falam da Biblia e do simbolismo dos quarenta anos.

“Quando o mal despertar, ninguém estará a salvo.”. Há quem brinque com isto…

 

Resultado de imagem para the amityville o despertar

 

O Irmão esta vegetativo. Frágil. A Irmã questiona se tem alguém com ele e ele diz que sim através duma máquina. A verdade é que isso arrepia.

Ele admite que tem saudades dela também.

A casa tem algo que despertava a morte da família.

Beijinhos

O Abre Olhos Das Bloggers

DANIELA MARQUES SOARES || O ABRE OLHOS DAS BLOGGERS

Olá Nossos Devanienses (E Daniela )!

 

 

Este Projecto tem sido fabuloso para conhecer novos blogs. A sério. Obrigada à Beatriz mais uma vez pelo convite. Obrigada à Daniela por ter aceite participar. Obrigada! Temos recolhido testemunhos fantáticos no seu geral. Claro que há sempre aquelas pessoas que gostam de brincar, mas isso é o pão nosso de cada dia de qualquer Blogger. Dai o nosso projecto, não é mesmo?

Quando se abre o blog da Daniela achamos mesmo diferente. Porém, abrimos a imagem e vemos uns textos fantásticos. É a organização dela. Quando abrimos o blog damos de caras com um frase que marca. Não sei mais o que está errado, não sei nem o que está certo, sei que me sinto vazia e que chorar já não adianta, não me acalma e de vez em quando parece que estou tão exausta que nem chorar consigo.

Só esta frase deixa-me completamente sem palavras. Corta o coração.

O Instagram é brutal. Também podem seguir o Twitter. 

 

O seu testemunho diz pouco, mas como os seus textos no blog são intensos:

Chamo-me Daniela Soares, e tenho 18 anos. Comecei a escrever muito cedo, tinha 14 anos. Foi quando criei o blog. Ao início, criei o blog para mim. Para guardar tudo o que escrevia. Até decidi começar a publicar um por ali e outro acolá. E comecei a mandar o link aos meus amigos mais próximos. Mas não queria muito mostrar o que escrevia. Talvez fosse vergonha ou medo. Na verdade recebi vários elogios. Mas eram os meus amigos, iam me elogiar fácil. Até que aos poucos com vergonha, comecei a mandar o link não só aos meus amigos próximos como aos mais afastados e até mesmo desconhecidos.

Continuei a receber elogios, mas não é nem nunca foi o que procurei, « elogios ». Eram só palavras. Com muita teimosia de duas três amigas dediquei me mais ao blog, e uns anos depois assumi que o blog era meu, e comecei a partilhar nas minhas redes sociais (Instagram e Snapchat) verdade, as visualizações aumentaram um pouco. Continuei no blog, as vezes não tenho muito tempo para lá ir, ver as visualizações os textos, e um ou dois comentários que me aparecem por lá. Mas eu penso várias vezes no meu blog, no meu mundo, no meu refúgio. No meu cantinho porque tudo que está lá, sou eu. Sou o que vivo, histórias, momentos boas vibes ao meu redor.

Ou algumas menos boas. Mas eu adoro escrever desde sempre, e nunca mas nunca liguei as visualizações, aos comentários nem mesmo seguidores. Na verdade não tenho seguidores. Tenho algumas visualizações sim. Mas nada que me leve a ganhar dinheiro. Ou nada que seja no meu objetivo. Eu simplesmente escrevo e público. Com poucas ou « muitas » visualizações. Escrevo porque gosto. Não por algum motivo de ganhar dinheiro ou fama. Eu gosto de escrever, e irei sempre escrever. Por enquanto no blog, talvez mais tarde quando for mais velha escreva num caderno e o guarde no fundo da minha gaveta.

 

Foto de Daniela Soares.

 

Daniela trabalha com todo o amor no seu blog nas suas folgas. Tudo para dar o melhor dela para os seus seguidores. Porquê? Porque a sociedade não dá valor a esta profissão. No Brasil e nos Estados Unidos da América dá perfeitamente para viver desta profissão e de Youtuber. Aqui em Portugal é quase impossível. Como assim? Sociedade saiam do século XX!

Dizem que Portugal é um país evoluído, mas é no Brasil e nos Estados Unidos da América é que se respeitam as profissões e dão valor. Como assim?! O que vos custa? O quê que estas duas sociedades têm mais do que a portuguesa?! Está na altura de evoluirem. Só um bocadinho.

Esperamos que este Projecto abra a mentalidade de algum ser humano. Sim, porque ambas, Blogger e Youtuber, são profissões. Neguem as vezes que quiserem. Tal como se negarem o facto do tomate ser um fruto que passa a ser legume. Na cabeça de muita gente isto é possível, mas não é.

Beijinhos

Resenha

RESENHA DO FILME || AMITYVILLE – O TERROR

Olá Nosso Devanienses ( E Querido Terror )!

 

Resultado de imagem para amityville o terror

 

Sim, consideramos mais do mesmo. Dá para passar o tempo. Apelidado de “pequena cidade”, mas o que queriam mesmo era ter assunto para falar e dar almas aos espíritos para pouparem a própria. Básico. Quem tenta ajudar, não se salva, porque “nunca se joga contra a Casa como em Las Vegas.”.

Há mais do mesmo sim, tem um pormenor ou outro que é diferente. Já são mais de seis edições, muito mais. Tem cristais que simbolizam o momento “É a altura de pirar daqui para fora.”. Tem a tipica pesquisa. Tem a eliminação de quem está a mais. Tem o escolhido. Tem amor. Tem amor do princípio ao final.

 

Imagem relacionada

 

Não é por nada, mas esta “adolescente” tem cara de trintona. Não “sabe” chorar. Tem o mesmo amor platónico do que outra personagem. Infelizmente, não passou de platónico para as duas. E não, ele não é gay. O que tenta fazer como se fosse terror também tem de ter humor, não é mesmo. Não falta neste blog uma pitada de humor, não é mesmo?

Na parte da construção está bem feito, as personagem ligam-se naturalmente. Não sabem fazer fogo. O fogo é muito computadorizado. Como assim?

Usam crianças para fazerem personagens estranhas. “A minha amiga Rachel mora ai. Não é porque não a vês que significa que ela não está.”. Mesmo assim é soft, acreditem. É subtil. As crianças são o que arrepia mais. Acreditem que arrepiam. É para isso que servem as crianças nos filmes de terror, não é mesmo? 

Beijinhos

 

 

O Abre Olhos Das Bloggers

Joana Canteiro || O Abre Olhos Das Bloggers

Olá Nossos Devanienses (E Querida Joana Canteiro )!

 

 

Um dos grande benefícos deste Projecto é conhecer novos trabalhos. O da Joana é maravilhoso! Adorei o layout. Adorei a escrita. Fenomenal. Gostei muito do trabalho que ela apresenta. E do cabelo também. Há que referir que ter juba é outro nível.

Adoro o pormenor de ter o seu trabalho na plataforma do WordPress. Torna tudo mais profissional. Mais harmonioso, até. A junção das cores está muito bem feita: o cor-de-rosa (uma das minhas cores favoritas), o preto (que é junção de todas as cores, logo, tal como o branco não é uma cor, mas vocês entendem) e o cinzento.

Tem um pormenor que não me chama tanto à atenção. Talvez por eu ser muito desorganizada? Talvez por eu ser muito desorganizada. É, como já referi em outras publicações: o ler mais. Arrepia um pouco cá dentro. Mas é só um jeito da Joana se expressar.

 

 

Este muro é igual ao que tem em frente do apartamento que eu morei até aos doze anos no Porto. Será o mesmo muro? Muros há muitos.

Joana com apenas dezanove anos (digo apenas, porque já tive) é Blogger e Youtuber. Os seus temas destacam-se na moda, beleza e lifestyle. É o teu género? Assiste, recomendamos. Agradecemos de coração à Joana por ter participado neste nosso Projecto em conjunto com a Bia. 

A Joana além destes trabalhos magnificos, também o Instagram está cheio de fotografias espantosas. Basta a juba para fazer as melhores fotografias, não é mesmo?

 

IMG_4697.JPG

 

Joana mostra-nos nas suas linhas o trabalho que ela tem com estas duas profissões, Blogger e Youtuber:

Ora bem, eu decidi começar isto tudo de Blogger, à mais ou menos ano e meio, que foi quando postei o meu primeiro vídeo no Youtube, e quando decidi que iria também criar um blog onde poderia escrever sobre certos assuntos que se tornam secantes em vídeo. Começou então a minha jornada para alcançar algo mais, um sonho digamos assim.
Com isto, decidi também mudar o meu Instagram, e quando digo mudar foi o feed completo, foto com foto, cor com cor, muita coisa que muita gente não percebe, mas foi um hoobie que se tornou paixão. Não para exibição, porque não me acho superior a ninguém, apenas porque gosto de compartilhar as minhas paixões com os outros, com quem possa ter semelhanças comigo.
Acerca das horas que trabalho nisto, seja para filmar, seja para tirar fotos, seja para o Blog, acho que 3 a 4 horas talvez! (Menos quando tenho de editar que posso estar umas 5 horas para que fique tudo perfeito)
Quando se está numa área no mundo virtual, pelo menos eu, depende muito do meu estado de espírito. Há dias que me sinto numa onda de escrever tudo e mais alguma coisa, quando noutros nem um vídeo me apetece gravar, também porque sou estudante universitária e tenho dias bastante cansativos em que só quero chegar a casa e dormir.
Muitas vezes quando preciso de inspiração recorro ao Youtube e até mesmo ao Pinterest que me ajudam a ter umas luzes para o que fazer.
Muitos criticam, e muitos falam que ser Blogger é apenas estar á frente de uma câmara ou à frente de um computador e até mesmo só tirar fotos para postar, e a verdade não é essa. Nós que estamos deste lado tentamos ao máximo dar e transmitir conteúdo e mostrar coisas novas para que vocês do outro lado tenham algo com que se entreter. Não é fácil dar-mos e dar-mos e acharmos que estamos a fazer um bom trabalho quando de repende começamos por exemplo a peder seguidores porque não gostaram da crítica ou porque discordam. É muito simples carregar num botão que diz “unfollow”, e tudo bem todos têm direito de o fazer se não gostam de algo, mas não é assim tão simples todas as semanas termos um conteúdo interessante para vos dar desse lado. Existe muita desmotivação por detrás de cada câmara, de cada computador, de cada fotografia das Bloggers, existe muitas de nós que querem desistir devido ao público desmotivar a sua performance.
O mundo das Bloggers não é assim tão fácil como pensam. E tenho todo o orgulho em dizer que o sou e que tenho todo o gosto de fazer.

 

Esperemos que este testemunho ajude alguém desse lado.

Beijinhos
 

Expectativa

EXPECTATIVA DO FILME || THE AMITYVILLE TERROR

Olá Nossos Devanienses ( E Longínqua Amityville )!

 

Resultado de imagem para the amityville terror 2016

 

O Trailler começa com “Sometimes a story is just a story.”. Traduzindo à letra é “Às vezes, uma história é só uma história.”.  Deveria de ser. Uma história inventada só para meter medo. Eu não me mudaria para aquela mansão, por dois motivos: adoro ser espectadora deste tipo de temáticas e prefiro apartamentos pequenos. Não teria mais nenhum motivo para não ir. Estes dois bastam. Fosse verdade ou não, eu não iria por respeito.

Eles vão para a pequena vila. A única que não está entusiasmada é a Filha. Lógico. O quê que uma pequena vila tem para oferecer? Nada. Na continuação do trailer diz-nos “Sometimes a house is just a house.”. Traduzindo à letra é “Ás vezes, uma casa é só uma casa.”. Por isso mesmo é que eu prefiro apartamentos pequenos. Uma casa tem muito para esconder, não pode ser “apenas uma casa”. Porém, um pequeno apartamento pode ser apenas um pequeno apartamento ou um apartamento pequeno.

Claro que estas casas são vendáveis porque são baratas. Ou são arrendadas mais depressa por causa do seu preço. Hoje em dia, o barato sai caro. Muito caro, neste caso.

 

Resultado de imagem para the amityville terror 2016

 

“Don’t believe everything you hear.”, ou seja, “Não acredites em nada que ouves.”. Isto pode ter dois sentidos. Ou que não devemos acreditar em barulhos estranhos que ouvimos. Por vezes, pode ser apenas ratos na canalização. Ou não deveremos acreditar no que os outros dizem. Podem ser boatos. Podem ser notícias falsas. Já falamos disso aqui no Blog. O poder das notícias falsas.

“Believe everthing you hear”. 

Se a porta fecha-se sozinha, pode não ser o vento…

Beijinhos

Português

VÓS VS VOCÊS || PORTUGUÊS CORRECTO

Olá Nossos Devanienses ( E A Tudo Que É Correcto )!

 

 

Infelizmente, há muita gente que não sabe como usar o pronome pessoal Vós e Vocês. Não, não são meia-dúzia de pessoas e mesmo que fossem, têm o direito a saber como se distingue, não é mesmo?

O pronome pessoal Vós é o plural majestoso. Isto quer dizer que era mais usado na altura da monarquia para ser usado com a Realeza. Porém, mesmo sendo plural é apenas para uma pessoa.

Vamos exemplificar: Vossa excelência pretendeis tomar o Pequeno-Almoço agora, meu caro Rei?”, “Vos estais muito elegantes, meu caro Rei. E vós também, minha cara Princesa”.

Dois exemplos muito concretos. No segundo exemplo, falou-se de duas pessoas, mas de forma individual. Se for para falar das duas ao mesmo tempo escrever-se-ia “ Vocês estão muito elegantes.”.

Vós é para dirigir a uma pessoa.

Vocês para duas ou mais pessoas.

Simples, não é? Espero que quem cometia este erro que o corrija. Só aprende, hoje em dia, quem quer, não é mesmo?

Beijinhos

Resenha

RESENHA DO FILME || A NOITE DOS MORTOS VIVOS

Olá Nossos Devanienses ( Espero Que Estejam Vivos )!

 

Resultado de imagem para A noite dos mortos vivos 2013 Netflix

 

Há muito, mas mesmo  muito tempo que via esta imagem e não sabia de que filme era. Por mais filmes que visse, nunca encontrava esta criatura. OBRIGADA, NETFLIX! 

Pena ser um remake. Eu, pessoalmente, não gosto de remakes. Tira muita coisa do original. Pelo menos, dos que eu tenho visto, fiquei com essa ideia. Ideias que estavam no original são completamente eliminadas nos remakes. Posso ter visto os remakes errados. Também acontece.

Tem algum cliché? Tem algum cliché. É um pouquinho previsível? É um pouquinho previsível. É demasiado adolescente? É demasiado adolescente. Porém, contudo, apesar disto tudo, no final surpreende. Não vamos dizer o porquê de surpreender, porque não vamos fazer spoiler, mas podemos afirmar que o é.

 

Resultado de imagem para A noite dos mortos vivos 2013

 

É um filme que apesar de não nos assustar, surpreendia. Isso é bom.

Adorei o facto que colocarem o nome do cão de “Avô/Grandfather” é bastante carinho e até emocionante. Aquele cão estava ligado aos dois Irmãos como uma espécie de protecção. Se eles acreditavam que o cão possuia a alma do Avô ou se era um nome carinho, não foi referido. Talvez no original falassem disso ou simplesmente não achassem relevante.

Conforme diz na Netflix como apresentação: “Nesta versão do clássico de terror de Sam Rimi, um grupo de amigos descobre um livro malévolo e inadvertidamente liberta um exército de demónios sedentos de sangue.”. Já aqui denuncia que é um remake e que devem haver incansáveis versões. O original é de mil novecentos e oitenta e um.

 

Resultado de imagem para A noite dos mortos vivos 2013

 

Um exército de demónios? Não usaram os clichés do costume nesta parte. Tipicamente, não acreditam na miúda, porque está num processo de desentoxicação Porém, isto acontece depois de verem gatos mortos pendurados na cave. Normalíssimo. É mesmo para pensar: “Não vamos sair daqui, porque a miúda está dizer para irmos. Ela só está a ressacar.”. Como assim?

Claro que se eles não ficassem lá, não haveria filme. Se não houvesse amor, não haveria aquele final. Sim, nós sabemos, mas custa a engolir. Custa a engolir, mesmo.

É considerado violento. Cinco almas. Tem simplesmente, muita coisa que não é explicada ou simplesmente não compreendemos. Ou exigimos de mais dum simples filme.

Beijinhos

Recebidos

FAVORITOS BY DIVAS || RECEBIDOS

Olá Nossos Devanienses ( E Queridas Divas )!

 

Primeiramente, devo dizer-vos que amo os CTT. Mesmo em Correio Registado, chegou uma  semana depois do previsto. Pelo menos, chegou, não é mesmo? Uma semana após o meu Aniversário. Querido CTT, vamos conversar, diz-me quando é o teu Aniversário. Vou-te dar um pouco de competência na Páscoa do mês de Junho.

Como assim? Temos um trabalho para fazer com prazo que depende da entrega dos CTT e ficamos na mão. Não se faz, CTT, não se faz.

 

 

A caixa, como podem verificar, é linda! É o “Favoritos by Divas”.  Uma box simples, clean e própria para Divas. O Branco (ausência de cor) dá um toque harmonioso.

 

 

Tem um forro muito fofo em lilás. Possui um papelzinho de agradecimento. Só faltava ser escrito à mão. Amo cartas e bihetes escritos à mão. Sou muito idosa, eu sei. É o que dá ser do século passado, não é mesmo? Mas a Sara deixou-me umas palavras muito queridas e sem dúvida que vou desfrutar e partihar com as minhas amigas (E as mais Divas Devanienses )!

Tudo é demasiado fofo. Não conseguem imaginar sem ter uma box convosco.

Tem um removedor de verniz que é bastante útil e não agride as unhas. Tem dois batons bafónicos e um lápis de lábios para tornar o baton roxo perfeito. Eu amo batons roxos e a Sara sabe-o bem.

 

 

 

 

Podem adequirir esta box maravilhosa por apenas trinta euros e meios já com portes. Têm tudo no Instagram das Divas.

Beijinhos

Expectativa

EXPECTATIVA DO FILME || A NOITE DOS MORTOS VIVOS

Olá Nossos Queridos Devanienses Desta Noite!

 

Resultado de imagem para A noite dos mortos vivos 2013

 

O trailer começa com uma cavana no meio do nada. Demasiado tipico. Porque não numa cidade agitada para ser diferente? Porquê que tem sempre de ser no meio do nada? Porquê que tem sempre de ser num local que parece abandonado até por Deus?

Uma jovem pede ajuda para sair do meio de nenhures. Um livro cujo o início é bem claro quando refere: Não toque neste livro. Porquê que brincam com o que diz para não tocar?! Porque não haveria o filme, nós sabemos. Ele ri-se, só não sabemos se é de nervoso.

Fala duma nova versão, logo é um remake. Vamos ter esperanças, por gentileza. O trailer tem um bom ritmo e uma boa banda sonora. Nem tudo está perdido.

 

Resultado de imagem para A noite dos mortos vivos 2013

 

“Uma vez libertado o mal, ele irá consumir-te.”. Tipico. Ela corre no meio do bosque. Está com voz de assustada. E o que fazem só para haver filme? NADA! Ainda bem que é um filme. E tudo se passa de noite, que bonito. O trailer pede para recear. O parolo admite que libertou algo porque mexeu num livro que estava escrito para não mexer. Parabéns!

Muito sangue. Muito fogo. Muitas mortes anunciadas. Há sempre alguma coisa no bosque. E vomita-se sangue. Parece que a contaminação é através do sangue. Cortou a língua para beijar. É realmente estranho.

Beijinhos

 

Teorias ou Manias

UM POUCO DE EDUCAÇÃO || POR GENTILEZA

Olá Nossos Devanienses ( E Quem Tem Educação )!

 

Resultado de imagem para Respeito

 

Para começar, há pessoas que não sabem distinguir “Educação” de “Formação”. A Educação vem de casa. A Formação vem da Escola. Esperamos que a partir de agora seja claro. Os Professores têm de Formar o aluno ( se ele quiser) e não educar.

Quantas vezes segurou a porta para alguém passar e essa pessoa nem um agradecimento deu? Para ela, é a sua obrigação segurar a porta para ela passar. Normalíssimo. Dá vontade, de espetar a porta na cara, pode ser que fique agradecido. Depois iríamos ter problemas com a Polícia e teríamos de pagar a assistência médica. Resultado: Iria continuar a rir-se de si. Ser mal-educado, infelizmente, não é crime (Nem escrever mal, acto que ofende a Língua Portuguesa).

Há pessoas que não têm no seu vocabulário “Obrigada” (Ou “Obrigado” se for homem ), “por favor”, “desculpa”. E só dizem contrariados e nem assim. A Sociedade está cada vez pior. Cada vez mais mal-educada. Infelizmente, é esta a verdade. Escusam de dizer que é falta de sapatadas quando eram novos. Isso nunca foi bom para quem recebe. Nunca foi bom receber um estimulo negativo. Há pessoas que levaram essas mesmas sapatadas e são super mal-educadas e resolvem tudo com violência. E há quem nunca tenha levado uma e até razoavelmente educado.

 

Imagem relacionada

 

E nos transportes públicos é uma má educação que não se aguenta. Principalmente no Metro do Porto. Entram no metro e perdem a noção de espaço pessoal. E ainda se acham com razão. Depois há pessoas que preferem ir na parte de fora do metro ( Estamos a ser irónicas). As coisas são simples: Não conhece a pessoa ao lado, não se encosta. É simples, não é? Digam lá em coro que é simples. Lindos meninos! São mesmo os melhores! A próxima imagem esperemos que seja muito útil para quem adora está colado a desconhecidos:

 

Resultado de imagem para Espaço pessoal

 

Infelizmente, só aprende quem quer. Esperamos que o Metro do Porto, um dia, seja como o de Lisboa. Esperamos, sinceramente. Sem muita esperança, claro.

E nas lojas também o caos da má educação. Chegam à loja um minuto antes de fechar e saem meia hora após o fecho sem levar nada. Ainda fazem aquele ar de gozo como quem diz “É a sua obrigação”. E se a funcionária diz alguma coisa, ficam super ofendidos e algumas até fazem queixa da funcionária e só ficam contentes se ela for despedida. Porque elas querem por o pão na mesa, mas os outros não podem.

“Se não me quer atender, vá-se embora. Há muita gente que quer trabalhar.”. Como fizesse parte do trabalho “Aturar a má educação dos clientes e estar horas extras sem receber só porque o cliente se lembrou de entrar cinco minutos antes do fecho.”. Deve estar no contracto. Não, o cliente não tem sempre razão. O cliente não tem o direito de brincar com o trabalho do funcionário e pensar que é rei e senhor. “Sou eu que pago o seu ordenado, não sou obrigado a ser bem educado.”. Sim, é obrigado a ser bem educado e não, não paga o ordenado.

 

Resultado de imagem para cliente mal educado

 

Deveria ser mais caro para quem é mal educado. Ninguém tem de levar com a sua má educação! 

É por isso mesmo que detesto dar informações na rua. Por vezes são perguntas que estão a resposta à vista. Incomodam e nem um “Bom dia”, nem “Obrigada”. É a sua obrigação dar a informação. Detesto coisas unilaterais. Se a pessoa está a ler é quando vêm incomodar. Na cabeça deles, ler faz mal e é perda de tempo.

Já me aconteceu estar na Estação de Comboios e virem ter comigo quando eu estava a ler para perguntar se aquele era o lado do comboio que ia para São Bento. Nem um cumprimentos, nem por favor. Adivinhem só. A resposta estava na placa a frente. Saturante. Aquele gostinho de incomodar. E era uma pessoa que sabia ler. Eu digo logo “Não sou de cá.”. Até na minha terra, o Porto. Até quando me perguntam as horas a resposta é a mesma. Sei lá se é um assalto. Pior, é pedirem informação e ainda tocarem no ombro ou no braço. Sinto-me mesmo incomodada. E por vezes perde-se o transporte com esta brincadeira. O metro não espera por um minuto. Irritante.

 

Resultado de imagem para cliente mal educado

 

Beijinhos