Resenha

RESENHA DO FILME || O DIÁRIO DUM EXORCISTA – ZERO

Olá Nossos Fabulosos Devanienses ( E Querido Exorcista )!

 

Imagem relacionada

 

Sinceramente, esperavamos mais. Muito mais. A parte de dizerem, no início, que é baseado em factos reais, mudaram os nomes das personagem e do local. Vou ser muito franca, achei uma grande treta. Tanta gente que ficou possuída, até o próprio exorcista.

Achei giro que no início o Padre escrevia no computador à medida que ia contando. Porém, não acrescentou nada. Tavez por já haver tantos do género. Tantos e tantos.

Ele é tão bom que até sendo ajudante consegue coisas que o principal não consegue. Não é que seja impossível, mas é muito à filme. Só escapa a Mãe. Aquela Mãe que só manda bitaites. “Eu não te disse? Eu disse-te!”.

 

Resultado de imagem para Diário de um exorcista zero

 

As pessoas tentam ajudar o Padre Lucas Vidal e morre. Porém, as pessoas que são possuídas sobrevivem. Como assim?! Usam sempre o Pai dele para o atingir. Ele procurava respostas. Apareceu uma mulher que tinha morrido há quinze anos para lhe responder a essas perguntas. O que deixa perturbado o próprio Filho. Ele próprio achou que era uma brincadeira de mau gosto. Era o mínimo. Terá sido uma ilusão psicológica? Terá sido real? É possível?

Posso confessar, que gostei do final. Gostei bastante. Foi uma mistura interessante. Deu para salvar um pouco o filme. Quem gosta de terror, já viu milhões de filmes do género. É norma que se fique um pouco decepcionado com este filme. Parece mais um. Não tem mesmo nada a oferecer.

 

Resultado de imagem para Diário de um exorcista zero

 

Esperamos mesmo que não seja real. Como tinha dito antes, ninguém merece. Ninguém merece mesmo. Eles usaram a parte da crucificação de Jesus Cristo. Como assim?! Crucificaram dois possuídos numa cruz. Parece aquele paranoia do México que fazem na Páscoa. Para nós não passa de paranoia. Foram longe de mais. Esperamos mesmo que não tenha acontecido. Perturbador, sem dúvida. Porém, é um filme razoável para quem tinha tanta expectativa nele. Principamente por ser brasileiro. Até porque os brasileiros acreditam muito nisso. Logo esperava-se que transmitisse isso.

Talvez um pouco forçado. Não é um filme um mau, nunca. Mas também não é um filme fabuloso. Não fariamos melhor. Mas é básico. Dariamos três numa escala de zero a cinco. Houveram cenas forçadas. Qualquer coisa, os possuidos reviram os olhos. Como assim?!

É bom quando nos esforçamos para fazer uma produção independente. Com baixo orçamento. Ser multifacetado. Estão de parabéns. Têm todo o mérito. Porém, tinhamos expectativas bem mais altas. Talvez simplesmente por ser um filme brasileiro. Sim, é verdade que o Terror Japonês é o top. Não há melhor. Mesmo assim, foi muito melhor do que os filmes do género que vimos feitos em Portugal. É verdade. O “Coisa Ruim”, por exemplo. É mesmo uma coisa ruim. Acho que foi a única tentativa fahada que eu vi do género que fosse realizado em Portugal. Acho que a partir do “Coisa Ruim” desisti.

É interessante para um final de tarde de Domingo.

Beijinhos

 

Teorias ou Manias

“TÔ XIM” || TEORIAS OU MANIAS

Olá Nossos Devanienses ( E Manias Antigas )!

 

Imagem relacionada

 

Quem é dos anos noventa, deve-se lembrar desta publicidada da Telecel. Actual Vodafone. Este anúncio do “Tô Xim. É para mim?” é de mil novecentos e noventa e cinco. Lógico que ele queria dizer “Estou sim.”, mas era para dar ênfase ao tipo de pessoa que atendeu. Para ser engraçado. Só mesmo para ser engraçado.

Porém, levaram mais a sério. Ainda hoje há quem atenda com “Estou sim” (ou “Tô xim” se quiserem inventar duas palavras novas se é que me entendem…). Passaram-se vinte e três anos e ainda há pessoas a atenderem assim. É irritante, da nossa parte falo. Ou “Estou”. Pior ainda, “Tô” ( a mania de inventarem palavras).

Está mesmo? Confirme, por favor, se está. Se calhar não está.  Confirme, por gentileza. Há tantas maneiras mais bonitas de atender. É como ligar para um telefone e perguntar se a pessoa está em casa. É um telefone, logo é fixo! Há quem tenha a mania de chamar de telefone ao telemóvel, mas isso é outra moda.

Há quem use “Estou sim” no voicemail. Que mais engraçado. Deveria ser “Estou não”. Um pouco de humor, por gentileza. É estranho como isto se enraizou. Portugal é um país de hábitos e de zonas de conforto muito fortalecidos por décadas. A publicidade está bem feita, só foi levada longe de mais…

Beijinhos

Expectativa

EXPECTATIVA DO FILME || O DIÁRIO DUM EXORCISTA – ZERO

Olá Nossos Queridos Devanienses ( E Diário De Qualquer Exorcista )!

 

Resultado de imagem para Diário de um exorcista zero

 

Eu ouvi falar deste filme há pouco tempo como sendo brasileiro. Eu gosto bastante das coisas brasileiras. Principalmente, os doces. Aqueles Chocolates Garotos são qualquer coisa de bom. E pelo que tinha visto por alto, o filme parecia bom. Quando vi na Netflix que tinha este diário, resolvi ver.

Esperemos, claro, que não seja só mais um diário dum exorcista qualquer. Desses filmes há bastantes. Tal como de zombies. Como sabemos, os brasileiros têm perspectivas diferentes das coisas. Crenças mais fincadas. Dai achar interessante ver.

No trailer diz logo que é baseado em factos reais. Espero que seja só e apenas publicidade. Ninguém merece passar por este tipo de coisas. ” Para os crentes, sou uma salvação. Para os descrentes, sou uma farsa.”, cita o Padre Lucas Vidal. Como assim?!

 

Resultado de imagem para Diário de um exorcista zero

 

O mais engraçado ( não é engraçado) é que este tal Padre Lucas Vidal passa por isto tudo e sobrevive. Como assim? Eu morreria, nem que fosse de medo. Credo.

Só mesmo num filme. Um Padre é atirado contra a parede e ele não? Porquê? Talvez seja por isso que lhe acham uma farsa. Talvez um assassino em série. Como assim? Um morre e o outro não? Se é algo assim tão poderoso e demoniaco, porquê que não tira a vida aos dois?

Não, a sério. Como assim?  Precisamos de ver para entender isto. O filme tem de explicar.

Beijinhos

Blogger

AS VOLTAS DO INSTAGRAM || COISAS DE BLOGGERS

Olá Nossos Devanienses ( E Queridas Voltas Do Nosso Amado Instagram )!

 

Resultado de imagem para instagram

 

Para quem não sabe, a plataforma que eu mais gosto é o Instagram. Há cada feed mais maravilhoso. O meu está a tentar tornar-se aos poucos. Já agora, quem não nos segue no Instagram pode-nos seguir agora e ficar a par das novidades.

Das plataformas actuais, não gosto do Snapchat. Experimentei e não entendi nada daquilo. Quanto ao Twitter, nunca criei conta alguma. Nunca me chamou à atenção, sinceramente.

Para o blog só existe o Instagram e a Fan Page. Para nos acompanharem, basta seguirem ambas as plataformas e aqui no blog.

 

 

Como se vê, o Instagram dá voltas. Há uns tempos atrás andava um pouco triste, porque chegavamos aos dois mil oitocentos e trinta e oito e perdiamos seguidores. Como assim? Muito estranho. Chegavamos aos dois mil oitocentos e trinta e oito e era certinho que iríamos perder seguidores. O Instagram faz parte do nosso trabalho enquanto blogger, pois apesar de adorar o Instagram não tenho um perfil pessoal.

Tive de rever uma conversa com a querida Vânia Coelho  (Só poderia ser Coelho) para ter acesso a esse número um pouco desagradável, digamos assim.

Vamos lá somar o número dois mil oitocentos e trinta e oito para ver se chegamos a alguma conclusão. Dois mais oito são dez. Noves fora um. Mais três são quatro. Mais oito são doze. Nove fora três. A culpa é do três. Sem os noves fora dá vinte e um. Vinte e um ao contrário é doze. Doze dizem que é número da sorte.  Logo, era sinal que algo bom iria acontecer.  Está certo? Está certo. Nem eu própria entendi a minha conclusão.

 

Resultado de imagem para unfollow no instagram

 

 

Há pessoas que se divertem a seguir e passado um pouco deixar de seguir. Ou simplesmente, se não seguimos de volta, deixam de seguir. Como assim?! Não é divertido, ainda mais quando faz parte do nosso trabalho.

Actualmente, ultrapassamos os tão fatidicos  dois mil oitocentos e trinta e oito e estamos cada vez mais perto dos quatro mil Devanienses! Quatro mil! Que bonito! Cada vez mais perto dos dez mil. Como sabem, com dez mil ou 10 K há a possibilidade de colocar links no Instastorie. Isso é uma boa publicidade.

Publicidade nunca é demais. A mensagem que queremos transmitir, principalmente às Bloggers e Youtubers, é que por mais que pareça que estão bloqueadas num número, as coisas vão melhorar. Consegues com que as coisas melhorem. Simplesmente, tu consegues!

Beijinhos

 

 

Expectativa

Expectativa Do Livro ||Gremlins

Olá Nossos Devanienses (E Tão Fofinhos Gremlins )!

 

 

Vocês não imaginam a nostalgia que eu senti quando encontrei este livro na parteleira dos “não lidos”. Claro que este filme marcou a minha infância. Tive mesmo de pegar nele. Tem mesmo de ser lido. É um livro bem antigo. De mil novencentos e oitenta e quatro. Nem era nascida nessa altura. Nem sonhava com a exitência do livro.

Confesso que nem sabia que o realizador do filme tinha sido o Steven Spielberg. Pronto, é ficção cientifica, é normal. Porém, eu vejo o filme. Há coisas que eu nem ligo.

O livro foi escrito por George Gipe. Baseado num argumento de Chris Columbus. Como sempre costumo dizer, só aprende diariamente quem quer. Um à parte sobre este escritor, George Gipe era Aquariano. É só um aparte, mesmo.

 

 

Esta é a primeira página e é muito divertida. Os gremlins já existiam na Segunda Guerra Mundial. Claro que isto é tão verdade como a Terra ser plana. É só uma piada para apimentar a estória. Ninguém acredita que os Gremlins exitem, pois não? Só se for como o George Gipe que é Aquariano. O maior sonho dos Aquariano é ser abduzido, por isso…

Talvez seja como o filme? Talvez seja como filme. Porém, o filme é maravilhoso, por isso…

Tem um cheiro a livro antigo maravilhoso. Amo o cheiro a livros antigos. Claro que tem um cheiro a livro antigo, é de mil novecentos e oitenta e quatro.

 

 

Quem viu o filme sabe que há três coisas que não se pode fazer, de todo:

Expor à luz,

– Molhar,

-Dar comida de Madrugada (após a Meia-noite).

Quem cumpre regras nos filmes e nos livros? Ninguém. Caso contrário não haveria estória.

Esperemos que seja tão bom como o filme.

Beijinhos
 

 

Resenha

Resenha Do Livro || Blackbook

Olá Nossos Devanienses ( E Blackbook )!

 

Resultado de imagem para Blackbook Rui Sinel de Cordes

 

Adorei conhecer este humorista. É pesado, não o nego. Porém, não é para levar a sério. Em nenhuma altura. Gostei da frase que as pedras que ele encontra no caminho, ele guarda para atirar as pessoas que escrevem frases feitas no Facebook.

São piadas muito negras e exageradas. É mesmo um blackbook. Muito negro. É de morrer a rir. Quem levar a sério, vai-se ofender bastante. Mas bastante mesmo. Tem piadas impróprias? Tem piadas impróprias. Mas é a marca dele. Deve ser respeitados. É o trabalho dele.

 

 

Esta é cara que se tem quando se diz que vai trabalhar em Portugal como humorista. País chato e sem humor. Pronto, escrevi. As piadas dele não podem ser lidas por todos. Tem que ser mesmo selectivo. Nem todos irão ler e respeitar o trabalho dele. Basicamente é isto.

Nem todos sabem o significado de respeito pelo trabalho alheio. Há quem diga que nem é trabalho, nem muito menos uma profissão. Isto remete ao último paragrafo da sinopse: Se lês para te ofenderes és uma abécula.

Beijinhos

Avon

RECEBIDOS DA AVON || BEATRIZ TEIXEIRA

Olá Nossos Devanienses (E Queridos Recebidos )!

 

 

Se vocês soubesses as confusões pelo que esta caixa passou. Caixa de dois andar. O carteiro lembrou-se de não tocar à campainha e de não deixar o papel como passou pela minha casa. Simplesmente mandaram uma mensagem à Beatriz Teixeira. Ela achava que eu tinha recebido o papel até que recebeu o aviso que a encomenda foi para trás por falta de levantamento. OBRIGADA CTT. Ligamos para a linha, reclamamos e nada. A menina da linha até disse que desde que o remente receba a mensagem de entrega, não é preciso o destinatário receber o papel. Como assim?!

Estivemos tempos infinitos à espera que os CTT se responsabilizassem pela situação, mas eles simplesmente ficaram no canto deles. Receberam o dinheiro do envio, a Parceria que se lixe. Nem era deles. Eles querem lá saber.

Devido a isto, eu e a Beatriz tentamos resolver entre nós da melhor maneira. Foi levantada na Sexta-feira 13. Até porque dizia que era numa loja dos CTT que estava, mas afinal estava noutra. Eu acho que vou fazer um estátua aos CTT, eles merecem. Tanta competência junta até é pecado. CTT, sejam menos competentes, por favor, até vos fica mal. Já ouvi dizer que foi vendo aos chineses, não tenho certezas disso, mas faria sentido.

 

 

 

Na primeira caixa estavam estes produtos. O meu gel de banho favorito, caso não saibam, é o White Lilly. É demasiado bom. Não há comparação possível. O outro gel de banho, já tinha experimentado. Também é bastante bom, mas não tão bom que tire o lugar ao meu favorito. Depois tem um champo que faz maravilhas ao meu cabelo. Leve, sedoso, hidratante e dura bastante tempo.

Como já admiti antes, a Avon já foi uma marca boa. Perdeu qualidade. E quis o destino que eu soubesse que tinha melhorado novamente. Um grande melhoramento, posso confessar. O produtos têm super qualidade e um aroma único. Parabéns pelo melhoramento depois da queda.

 

 

Na segunda caixa vieram mais géis de banho, desta vez de laranja e chocolate e outro de Sensual la Vita. Ambos maravilhosos, pois confesso que já os tinha testado. Todos os géis de banho que experimentei da Avon são qualquer coisa de incrivel.

Também continha o que eu chamo “Tónico para preguiçosos”, visto que é três em um. Limpa, tonifica e hidrata. Vamos ver se eu vou cuidar melhor da minha pele com ele. A grande sorte que eu tenho são os meus genes. Pareço mais jovem, mas tenho a noção que tenho de cuidar dela mesmo assim.

Tivemos também dois correctores. Os genes são bons, mas não são para abusar. Tenho umas olheirazinhas que merecem ser disfarçada. É das poucas coisas de maquilhagem que eu uso. Dai parece que não uso nada, mas é rebocão como se diz no nosso amado Brasil. Eu uso o corrector, BB cream, brush, baton de cieiro ou de cor e pó. Só.

 

 

Rímel uso muito de vez em quando, pelo simples motivo que já tenho as pestanas grandes e uso óculos. Não posso usar lentes devido ao facto de ter sido operada há uns anos atrás. Voltei a usar óculos após dois anos de cirurgia. Porém, nunca a gradução não aumentou para os valores anteriores.

Porém, já tinha usado este e gostei bastante do efeito. Dá volume, mas simplesmente o necessário. Também só passo uma camada. O grande problema dos rímeis é a validade. Só dão para três meses. Como assim?! É muito pouco. Pronto, para quem usa diariamente não. Mas para além como eu que dá uns toques de vez em quando é chato.

Queridos fabrincantes de rímeis aumentem a validade e a durabilidade. Obrigada. Espero que tenho isto em consideração.

Através da parceria com a Beatriz Teixeira um desconto nas vossas comprinhas da Avon. Gostaria de vos dizer os preços de cada produto, mas não o sei. Os preços dos produtos variam de catalogo para catalogo. Porém há muitas promoções fantásticas.

Beijinhos
 

 

Expectativa

Expectativa Do Livro || Blackbook

Olá Nossos Devanienses (E BlackBook )!

 

Resultado de imagem para Blackbook Rui Sinel de Cordes

 

A Chiado Editora envio-me muito gentilmente este livro que penso que vou devorar num apice. Estamos a falar de humor negro como o do Tim Burton, certo? Muito provavelmente. Tim Burton é o meu realizador favorito.

Ao receber o livro que pensei que fosse em tamanho A5, percebi que não tinha um bom corte, mas as folhas eram boas. O corte foi feito muito perto da margem. Espero que não dificulte a leitura. Pois é só isso que importa: a leitura.

 

Resultado de imagem para Blackbook Rui Sinel de Cordes

 

Não conhecia este humorista. Mas é para isso que a Chiado serve, para dar a conhecer. O título foi bem escolhido, visto que são frases de humor negro no Facebook.

Quatro anos de trabalho que valeram a pena. Editar um livro com as nossas palavras é muito bom e deve ser visto como tal. Ter o nosso trabalho valorizado.

Confesso que me sinto um pouco desactualizada no standy-up e humor. Nunca fui, aliás. Sei de nomes como Bruno Nogueira, Nilton e pouco mais tenho para acrescentar à lista.

 

Resultado de imagem para Blackbook Rui Sinel de Cordes

 

Exactamente, se alguém comprar um livro para ficar ofendido é uma tremenda anta. Com todas as letras. São só piadas e ainda por cima de humor negro. Não são para ofender. É apenas outro tipo de humor. Poderia ser cor-de-rosa ou roxo.

Os livros não servem para ofender. Os livros servem, principalmente, para nos divertir e quem sabe, ensinar. Tirando os técnicos, claro.

Não serve de nada ficar ofendidinho. Não quer ler esse assunto, fecha o livro e lê outro. Tão claro e simples quanto isto. Para quê? Ler tem de ser bom e divertido. Não deve ter nada de negativo.

Beijinhos

 

Resenha

Resenha Do Livro || Procura-se Diamante Para Relacionamento Sério

Olá Nossos Devanienses ( E Diamante Sério Da Vida )!

 

Primeiramente, devo dizer que não gostei. Acontece, não é mesmo? Achei bastante parado. Ainda tentei dar várias hipoteses ao livro, mas não consegui ler mais de trinta páginas. É sério. Ficou perdido na minha mala por semanas. Não me dava vontade nenhuma de ler. Cada página era um sacrifício. E eu adoro ler.

Talvez não esteja virada para este tipo de leituras. A estória parecia muito aborrecida de se ler. Muito mesmo. Era muito blablabla. Não era o que eu estava a espera. Esperava uma estória à moda da Sophie Kinsella. Muita risada. Não foi o que aconteceu. Volto a referir que talvez não estivesse no espírito certo. É possivel.

Não pareceu nada com o “Diabo Veste Prada”, no sendo de ser a mesma escritora. Ainda não li, tenho ali o livro, mas não o vou ler tão cedo. Gostei do filme, mas fiquei decepcionada, confesso. Quem sabe, daqui a uns tempos. Se o tenho, algum dia tenho de o ler. Pode demorar, mas leio.

Exactamente como o livro do “Marley e eu”. Vi o filme e depois não estava virada para ler o livro. Como o filme do “Menino do Pijama às riscas”. Li o livro, mas não há muita coragem para ver o filme. Chorei nos dois, confesso. Aliás, nos três. No filme do Marley, no livro do Marley e no livro do Pijama.

Basicamente, considerei o livro muito, mas mesmo muito e muito meloso.

Beijinhos

Resenha

Resenha do Filme || A Vida Secreta Dos Nossos Bichos

Olá Nossos Devanienses!

 

Imagem relacionada

 

Uma estória bastante querida. Quem nunca pensou ” O que será que a minha gatinha faz quando eu não estou?”. Principalmente depois de se ver o “Toy Story”, não é mesmo?

Max é um cãozinho completamente apaixonado pela sua dona. Ela encontrou-o numa caixa onde dizia “Cachorros grátis”. Uma pratica gira num dia de Sol.

Basta ela sair um minuto que Max já sente saudades. É essa imagem que temos dos cães, não é. Eu, sinceramente, prefiro gatos. Talvez dai simpatizar logo com a Chloe. Para mim é fácil escolher entre um gato e um cão. Não fosse o gato o meu animal favorito.

 

Resultado de imagem para a vida secreta dos nossos bichos

 

O melhor de tudo, apesar de ser uma coisa má, é que se juntaram para vencer. Sabiam que sozinhos não o consegueriam. Uniram forças para vencer. Afinal, aquele animalzinho não era mau de todo. Só começaram com a pata errada.

Devo destacar que é uma obra da Universal Picture. Fazem filmes maravilhosos, não podemos negar.

Nova Iorque é conhecida como uma cidade que não tem animais vadios. São todos levados nas carrinhas para os canis. O que é pior? O que é melhor? Não sei. Claro, que os humanos tivessem mais consciencia. Tirando isso, sabemos que, dum modo geral, as condições dos canis não sâo as melhores. Derivado a vários e extensos factores.

 

Resultado de imagem para a vida secreta dos nossos bichos

 

Apesar de Chloe parecer a mais distante, é a que diz as coisas certas nas alturas certas. A que tem aquela atitude que diz própria dos gatos, mas corta padrões quando é preciso.

Um gato é sempre um gato. E os gatos são amigos, embora digam o oposto. Amigos e fieis. Os gatos ajudam sempre na piores situações.

Tem situações muito engraçadas e divertidas. Próprio para toda a família. Num serão de chuva. Recomendamos.

Beijinhos