Teorias ou Manias

NÃO PODEM TRABALHAR || INFLUENCERS DIGITAIS

O País luta por menos horas de trabalho, por isso, é um absurdo os Influencers Digitais trabalharem mais de dez horas por dia.

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para menos horas de trabalho

 

A maioria dos Portugueses luta por menos horas de trabalho, logo é um absurdo inventarem novas Profissões em que é necessário trabalhar mais de dez horas por dia. É inaceitável! Não pode ser considerado um Profissão algo que é necessário dez, quinze, vinte horas diárias de trabalho. É um absurdo! Claro que assim não dá para a maioria aceitar e admitir que são profissões.

É normal que reclamem com coisas como “As marcas em vez de enviar para eles, deveriam enviar aos pobres.”. Como é possível fazer publicidade dum produto sem o receber? Para isso há a televisão com os seus guiões. Nós já fizemos um artigo sobre uns produtos duma empresa sem recebermos os produtos. O pagamento foi numerário. Porém, em altura alguma dissemos que recebemos os produtos para testar, pois não recebemos. Qualquer Influencer Digital, seja ele Blogger, Youtuber ou Instagrammer deve ser honesto com o seu público para fazer um bom trabalho.

É por isso que os Influencers Digitais são tão criticados: Trabalham mais de dez horas por dia, não têm férias e os Domingos não são desculpa alguma para não trabalhar. Os Influencers Digitais mostram vinte por centro do trabalho executado. Se ele não fizer o trabalho, nunca vai aparecer feito.

 

Resultado de imagem para influencer digital

 

O trabalho executado são fruto de muitas horas sem dormir, muita pesquisa, trabalho árduo.

As marcas enviam produtos para serem testados e publicitados. Caso não seja feito nenhum artigo, isso não é um Influencer Digital e a marca foi praticamente enganada. O objectivo é a publicidade e todas marcas, por maiores que sejam, precisam sempre de publicidade. Sempre!

Se todos podessem ser Influencers Digitais não haveriam tantos canais, Blogs e Instagrams abandonados. Não é uma Profissão fácil e esse o verdadeiro gosto desta grande Profissão.

 

Resultado de imagem para influencer digital

 

Esta Profissão só não é “aceite” pela maioria, porque precisa de várias horas de trabalho. Várias! Sem esse tempo, o trabalho não sai de todo bem feito. Horas essas que a maioria não está disposta a usar com trabalho. Dá muito trabalho ser Influencer Digital, por isso, a maioria crítica. Críticam de graça…

Criticam tanto, mas não fazem nada melhor. Vanessa Martins afirma que é o Blog que paga as contas dela, é logo criticada. Não pode ter um meio de ter as contas pagas? Deve estar cheia de contas sem saber como pagar?

Enquanto muitos lutam para trabalhar menos horas, há quem lute para ter sucesso trabalhando mais horas. O facto dum Blogger trabalhar vinte horas por dia, não te impede de não trabalhares.

 

Resultado de imagem para vanessa martins

 

“está sempre em viagens, passeios, ferias e acho que faz questão de esfregar isso na nossa cara. lol para andar constantemente a publicar TUDO. só falta quando está na sanita ou a “dar uma” fazer stories disso também. estas vedetas dependem mais da net do que outra coisa. depois queixam-se”, fizemos questão de não corrigir nada para reparem no nível.

Claro, a Vanessa Martins faz mesmo questão de esfregar na cara de quem não conhece. É proibido viajar, passear, lutar, ter sucesso, ser independente, profissional. É tudo proibido. Enfim…

“Cresçam e aprendam a resguardar-se e a manterem em privado o que è de natureza privada e do foro ìntimo. Para que servem os telefones/telemoveis e os “olhos nos olhos”? Alguèm de fora tinha de saber da alegada traição, dos parabens ao Marco, da resposta do Marco, das fèrias não sei onde, da chegada das fèrias, etc, etc,? A Vanessa apenas se deve queixar dela pròpria. Fez o estardalhaço nas redes e agora quer o quê???” Ninguém tem de saber, mas fazem questão de saber da vida alheia e falar com bastantes erros para repararmos no nível que têm. Falar mal da vida dos olhos sem bases, sem problema. Aprender a escrever, nunca!

 

Resultado de imagem para Bolsonaro

 

A grande maioria diz que trabalhar é escravatura e escrever correctamente é um absurdo, pois escreve-se como quiser. Estas pessoas que afirmam tal coisas, devem ter estudado com o Bolsonaro. “Foram os próprios negros que entregavam os escravos.”. É no mesmo nível.

Os Escravos, aqueles que sofriam Escravatura, eram obrigados a fazer o trabalho que os que obrigavam não queriam fazer, a troco de comida, por vezes escassa, e um sítio onde dormir. Não recebiam dinheiro, nem nada parecido. Sem para falar que estavam em cativeiro. Um “direito” de propriedade.

Que existem casos  em Portugal, não se pode negar. Há pessoas que têm trabalho, mas são obrigados a ficar em casa, gratuitamente, a fazer as tarefas domésticas, pois quem deveria fazer não quer. Sem dinheiro, não pode sair daquele meio. Sabes dum caso assim? Denuncia. Se fosses tu, amarias que fizessem queixa do caso. Isso sim, é Escravatura! E não há desculpa para esses casos existirem. Não há desculpa para a Violência Doméstica existir. Se sabem de casos, façam queixa! E antes que quem faz estes actos bárbaros com outros seres humanos venham com desculpas para se defenderem, as Empregas Internas, não são obrigadas, comem e dormem e ainda recebem mais do que as Externas.

Respeitem o trabalho dos outros. Não queres trabalhar, há o Rendimento Mínimo, mas não atrapalhes com as tuas críticas. Faz algo de bom!

Beijinhos

Blogagem Colectiva · Resenha

RESENHA DO FILME || PESADELOS DO PASSADO

Um filme muito psicológico para a Blogagem Colectiva do Grupo Girl Boss.

Olá Nossos Devanienses!

 

Foto de Anne Lima.

 

Esta é a segunda semana da Blogagem Colectiva do Grupo do Facebookdesignado como Girl Boss. O segundo tema elegido pela votação foi a Resenha dum filme ou livro. Eu fiz a Resenha deste filme, coisa que vocês já esperavam, pois no dia doze deste mês saiu o artigo da Expectativa do mesmo.

As Regras são as mesmas e bem simples. É um modo de interecção entre os membros do grupo, logo as regras fazem todo o sentido. Digam não à Anarquia. Francisca, eles sabem que estou a brincar.

 

Foto de Anne Lima.

 

Recapitulando as Regras. Devemos identificar o Grupo e usar as imagens associadas. Parabéns a quem as fez, porque estão bem lindas. Devemos marcar os posts das Coleguinhas. Podemos mudar o título sem fugir ao tema. E não colocar posts antigos. Bem básico. Bem simples.

Devo confessar que a parte das Coleguinhas é mais complicadinho, mas é uma Regra super importante, visto que isto não é o Youtube e ninguém te vai recomendar (daquele jeito) um artigo com o mesmo tema. Eu já falei do assunto.

A situação é que cada um tem o seu ritmo e isso “atrapalha” um pouco. Faz-se o artigo e depois é só linkar, é certo, mas… a pessoa aqui já acha muito “depender” da Francisca. Faço-me entender? No sentido que já deveria de haver há muito, mas mesmo muito tempo uma Plataforma como o Youtube para os Blogs.

 

Foto de Anne Lima.

 

Uma Plataforma assim seria um sonho! Já têm a ideia, por favor, quem sabe fazer, faço com amor. Muito obrigada.

Este é um tema bem familiar no nosso Blog. Achei todos os temas muito bons, dai fazer todos. Porém, os dois últimos são bem dífieeis. Mas agradeci muito por não ter calhado o tema “game que recomendas” que estava em votação. Iria falar de quê? Eu nem no telemóvel jogo. Acho isso um absurdo! Estou brincando, claro.

Dos poucos que jogo, uma ou duas vezes por ano, na Playstation é um de dança. Por vezes, eles não acertam na coreografia, mas eu entendo. É difícil dançar como eu. Super no ritmo. Super encorporada na música. Só não mostro aqui e no Instagram ( quem não segue, aproveita) para vocês não ficarem triste por serem amadores. Brincadeirinha do bem!

Está aqui a nossa opinião sobre o filme visualizado com as melhores pipocas do Mundo!

 

Resultado de imagem para Pesadelos do passado 1 filme

 

Devo confessar que este filme mexeu muito comigo. É verdade, nem toda a gente deveria ter Filhos. Foi uma frase dita no início e faz bastante sentido. Sentido até de mais.

Fiquei com uma dúvida: A Irmã sabia que o Irmão era um assassino? Teria medo dele? Terá sido ele a mata-la?  É possível. O medo bloqueia-nos muito e dá vontade de morrer. Talvez tivesse medo de ser a próxima vítima. Talvez. O medo magoa. O medo é o pior sentimento que se pode ter por alguém. O medo é o nosso próprio Inferno.

Ninguém tem o direito de nos dar medo. O medo nunca será respeito. Ninguém tem o direito para usar o nosso medo para nos fazer de marionetas e ainda dizer que faz tudo por nós quando faz tudo por ela própria. Só tem benefícios para ela.

 

Resultado de imagem para Pesadelos do passado 1 filme

 

O filme tem bastantes clichés, mas ajudam ao seu desenvolvimento.

O final acredito que seja ela a sonhar. O sentimento de culpa pelo que fez e sentir-se vigiada.

Ela teve de lutar sozinha. Quase morreu. É esse o preço, não é mesmo? É esse o preço. É um preço demasiado alto que deixa imensas marcas.

 

Resultado de imagem para Pesadelos do passado 1 filme

 

Ela lamenta o que aconteceu à personagem. Aquele quarto do castigo. Claro que era por ela. Imaginem se fosse por quem a colocava naquele quarto minusculo. Ela sentiu o que ela passou naquele minusculo quarto e quase chorou. Tamanha a dor que a personagem sentiu quando “fizeram tudo por ela”. A desculpa é sempre a mesmo “fiz tudo por ti”, “foi tudo por ti”.

A Irmã nunca apareceu. É filme revoltante, mas com muita verdade.

Será que ela tratava mal as próprias Filhas por causa do Irmão assassino? Será que a verdadeira vitíma era ela? O medo é um patife! O medo é o próprio Satanás. Até faz bastante sentido, porque o quarto do castigo era colado ao quarto de Judas.

 

Resultado de imagem para Pesadelos do passado 1 filme

 

A Amiga morreu nas mãos de Judas. Talvez tivesse medo de ajuda-la e ficou com remorsos disso. É tão mau querer ajudar e ter medo. Dai ter dado o colar da Amiga à Filha mais sensível para esta acalmar a alma da Amiga.

Pode ter sido. Faria bastante sentido. Sentido. Faria, mesmo.

A Filha que perdoou quando soube da morte da Progenitora. A Irmã não conseguiu perdoar. Por vezes, por mais que se tente, não se consegue perdoar. A pessoa esforça-se bastante, mas não consegue. Ainda está ferida por dentro. Insiste com Irmã para ir ao funeral, mas ela não vai, recusa-se e desaparece.

 

Resultado de imagem para Pesadelos do passado 1 filme

 

Aconselhamos bastante o filme. É bastante emocionante. É bastante marcante. É filme que deve ser visto com bastante atenção.

O filme está disponível no Youtube. Devemos referir que é dublado. Pelo menos, o que tivemos acesso.

Beijinhos

 

 

Andar Invisível

ENTREVISTA EM GRUPO || O ANDAR INVISIVEL

Em conjunto com mais duas Blogger, eu e a Francisca fizemos uma entrevista exclusiva ao Escritor da obra “Andar Invísivel”.

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para o andar invisível

 

Foi com um enorme gosto que recebi o convite de fazer uma Entrevista a Robson Machado. Robson Machado é um Escritor do Brasil que editou um livro na Chiado Editora. Com este convite, eu e a Francisca junta-nos a Beatriz Matos do Blog Diamond e a Sílvia A. Reis do Blog O Dia da Liberdade.

Como já tinhamos lido o livro e adoramos, fez todo o sentido participar nesta iniciativa. Era a primeira vez que fazíamos uma Entrevista deste género e estavamos super nervosas. Tinhamos as quatro um pensamento muito positivo proporcional ao nosso stress. Nunca tinhamos feito uma Entrevista em grupo. Tentamos planear tudo ao pormenor. Reforço a palavra “tentamos”.

Tivemos alguns contratempos, mas o resultado foi muito bom. O vídeo seguinte está cheio de novidades e de certeza que te dará vontade de ler. O livro está disponível na Chiado Editora por apenas catorze euros. VALE A PENA!

 

 

Esperamos que gostem do nosso trabalho e se divirtam imenso com o livro.

Beijinhos

Blogagem Colectiva

CINCO COISAS QUE ME FAZEM FELIZ NO VERÃO || POSTAGEM COLECTIVA

O Grupo do Facebook nomeado como Bloggers com Amor desafiou-nos a fazer um artigo sobre o Verão neste mês.

Olá Nossos Devanienses!

 

Foto de Beatriz Matos.

 

O Grupo do Facebook que tem o nome de Bloggers por Amor desafiou-nos a participar na segunda Postagem Colectiva. Sim, segundo. O primeiro foi pelo meu grande gosto por Praia. O meu gosto dela bem longe de mim. Obrigada.

O tema deste mês é a lista de cinco coisas que me deixam feliz no Verão. Porém, a diferentona detesta o Verão. A diferentona sou eu, é meio óbvio. Como no anterior, vou fazer tudo ao contrário e que se lixe. Não gosto do Verão e não sou obrigada. Porém, eu amo Postagens Colectivas.

Vou fazer a lista das cinco coisas que detesto no Verão. Aqui a vossa querida Blogger adora a Primavera e o Outono. Também gosto do Inverno, porque tem o Natal. Aqui vivemos com sinceridade.

 

Resultado de imagem para Detesto o Verão

Detesto o calor que faz com se fique grudento.

Como eu detesto ficar suada. Juntei dois pontos. Porque todos os pontos se misturam, na verdade. Ainda há pouco tempo houve um calor infernal. Eu derreti internamente e externamente. Dormir na banheira é vida. Medo desse calor do Inferno.

Quem gosta, pode meter num potezinho só para elas. Não partilhem! Obrigada.

 

Resultado de imagem para Ferrero Rocher

 

Não há Ferreros Rocher.

Sim, no Verão não há este chocolate divinal. Há outros chocolates, há gelados. Porém, eu como chocolates e gelados durante todo o ano. Gostaria de comer Ferrero Rocher durante todo ano. Muito obrigada.

 

Mosquitos.

Não sei porquê que eles existem nos quartos durante a época do Verão. Eles picam e nós nem notamos. Sim, já fui picada enquanto estava acordada. Já não chega não conseguir dormir por causa do calor (e por vezes com o barulho da irritante ventoinha) e ainda temos de servir de alimento para outros animais. Pode parecer uma frase hipocrita? Pode parecer uma frase hipocrita, mas é a realidade.

Queridos Mosquitos, não se alimentem de mim. Muito obrigada!

 

Resultado de imagem para Obrigatório amar o Verão

 

 

É obrigatório amar o Verão.

Como já referi, eu detesto Praia. Detesto a areia que fica nos pés. Detesto tudo que se relaciona a calor, mas a Sociedade impinge que goste do Verão.

“Como não gostas da Praia? Como não gostas do Verão?”. É obrigatório? Dá desconto na Lasanha e no Sushi? Não sou obrigada. “Mas toda a gente gosta!”. Eu não sou toda a gente.

Antes deste calor do cão, eram só queixas no Facebook, porque o tempo estava ameno ( óptimo) e coisa e tal. Quando houve o calor do Inferno queixaram-se na mesma. Dá para entender?!

 

Resultado de imagem para Obrigatório amar o Verão

 

Mal começou o Verão, no dia vinte e um de Junho (sim, é sempre no mesmo dia) comentei na nossa Fan Page que o Verão ainda agora tinha começado e eu já queria que acabasse. É esta a minha relação com o Verão.

“Mas é tão maravilhoso comer saladas, batidos, sumos e fruta.”. Sim, durante todo o ano. Sem suor. O suor tempera o dia.

Não gosto do Verão. Não sou obrigada. Detesto suar. Detesto apanhar Sol ( sei que se nota). A parte do Sol nem tem a ver com o Verão.

 

Resultado de imagem para Verão

 

Como repararam tudo que eu detesto é consequência do calor: o suor, a falta do Ferrero Rocher, os mosquitos e tudo mais tem a ver com o maldito calor!

Eu amo comida, como vocês sabem, e o calor não ajuda na conservação. Se te esqueces do leite de soja fora do frigorifico (geladeira) bem podes esquecê-lo. Azeda facilmente. Há necessidade? Não!

Que tal uma temperatura amena durante todo ano? Uma chuva leve do qual os guarda-chuvas aguentam. Maravilhoso.

Beijinhos

 

Treze

BEM-VINDOS || BLOG TREZE

Hoje vai começar um novo Blog. Estejam atentos a todas as novidades!

Olá Nossos Devanienses!

 

 

Hoje é um dia muito especial para a Blogosfera, visto que há um novo Blog. Um novo começo para o Blog Vermelho Preto. Fiz algumas perguntas ao Blogger responsável para marcar este dia e para entendermos algumas temáticas sobre este momento.

  • Porquê que começaste de novo? Algo que te desanimou? Eu comecei de novo no mundo da blogosfera porque sentia que o “Preto Vermelho” já tinha atingido um patamar que já não era viável continuar. Era preciso começar de novo, com uma nova cara e com uma nova energia. Acho que não me sentia desanimado mas a plataforma onde me inseria não era a melhor e  os erros que tinha cometido no inicio do blogue já não podiam ser resolvidos. Por isso, agora aqui estou com mais maturidade!
  • Porquê o nome “Treze”? O número 13 tem um grande papel na minha vida.Primeiramente é um dos meus números da sorte, logo teria de estar representado de alguma forma neste novo blogue. Em segundo lugar, o meu primeiro blogue em parceria com uma grande amiga minha(que mais tarde terminou) foi lançado quando eu tinha 13 anos e até o próprio blogue Preto Vermelho começou a ser delineado comigo ainda tinha esta idade. E, por último, a primeira vez que saí para fora da Península Ibérica foi com 13 anos. Acho que o número 13 tem um papel importante na minha vida e espero que este novo blogue também o tenha.
  • Porquê que não continuaste com o nome do outro Blog?  Não continuei com o nome do meu antigo blogue porque sentia que precisava de vir com uma nova cara e cortar a ligação que existia para que trouxesse um novo público. O “Preto Vermelho” é o passado e, como tal, ele tem de ficar no passado, embora eu vou-me sempre recordar como sendo o primeiro blogue “a sério” que tive!

 

Resultado de imagem para blogosfera

 

  • O que podemos esperar do “Treze”? A nível de conteúdo não esperem uma mudança drástica mas sim algumas introduções.Vão ser introduzidas mais rubricas (uma delas reaproveitada do antigo blogue e outra totalmente nova, para já são as duas que já estão delineadas!), haverão mais posts sobre moda e beleza masculina e mais qualidade a nível de thumbnails e fotografia.
  • Que temas podemos esperar no “Treze”? Como o blogue é generalista, poderão esperar de tudo um pouco. Não vão dizer o que poderá vir porque nem eu próprio sei mas podem contar com temas certos tema, como por exemplo: Moda, criticas a livros, filmes ou séries e entrevistas.
  • Qual é a grande diferença entre “Blog Preto Vermelho” e “Treze”? A minha maturidade, como já referi anteriormente. Sinto que o “Treze” está a aparecer num momento da minha vida em que estou a crescer em altura, mas também em quanto pessoa!

 

Resultado de imagem para blogosfera

 

  • O quê que tinha no “Blog Preto Vermelho” que não terá no “Treze”? Desmotivação e descuido, o “Treze” será o meu foco e terá muito mais de mim do que teve o “Preto Vermelho”!
  • Alguma coisa se mantem? Sim, como já referi anteriormente. A maior parte das coisas irão se manter mas terão um maior cuidado em termos de qualidade, mas outras irão chegar e também terão o seu “lugar ao sol” no blogue.
  • Que conselho dás a quem quer começar de novo? Pensem muito bem se é isto que querem e tenham maturidade. Não façam as coisas por fazer, sejam autênticos e originais e pensem menos em números e mais em conteúdo. Acho que se cumprirem isto, irão conseguir aquilo que desejam.

 

Resultado de imagem para blogosfera

 

  • Podes desvendar alguma novidade? A novidade assim mais próxima será que na primeira semana de blogue haverá posts todos os dias. Assim a longo prazo, posso dizer que ando a preparar um formato novo para o blogue que vai  estar pronto em meados de 2019, era para já estar pronto para o antigo blogue em outubro mas como acabei por criar este decidi esperar mais uns meses para fazer tudo com mais calma. E quanto ao resto, é só acompanhar o “Treze”.

Devo referir que antiga Plataforma do Blog Vermelho Preto era a limitada WIX. Será uma nova energia e desejamos o maior sucesso. Agradecemos de coração que tenha aceitado o nosso convite tão prontamente. Podemos esperar bastante qualidade e amor neste novo trabalho.

Fiquem atentos a todas as novidades através do Instagram e sigam-no.

Beijinhos

Expectativa

EXPECTATIVA DO FILME || PESADELOS DO PASSADO

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para pesadelos do passado 1 filme

 

“É o que fazemos na minha Família. Quando as coisas ficam difíceis, nós fugimos.”

Dezasseis anos numa casa e um dos quartos é completamente desconhecido.

“Ela não queria que ninguém soubesse.”

Resultado de imagem para pesadelos do passado 1 filme

 

O velho cliché “Quem está atrás de ti?”, num momento em que estás sozinha. Esperemos que seja um cliché necessário.

Ela parece pedir ajuda em todo o lado. Até desenha um Tabuleiro de Ouija no chão. Não façam isso, por favor! Por mais que se queira saber mil e um porquês, se tu tentas falar com um espírito, qualquer um pode ouvir. Exactamente como acontece com os vivos. Podem estar escondidos, mas podem ouvir. Vou dar um exemplo mais específicos, ouves um barulho na tua casa ou apartamento ou seja lá onde morares, nunca perguntes se está alguém ali. Pode ser um assassino.

 

Resultado de imagem para pesadelos do passado 1 filme

 

Deixem os espirítos longe desse tipo de coisas. Longe do Jogo do Copo, do Tabuleiro de Ouija e outro tipo de comunicações. É normal queremos respostas, mas podemos não ter a melhor resposta. Podemos estar a comunicar com quem não queremos. Pode ser um espiríto que finge ser quem nós queremos falar para nos matar e alimentar-se da nossa alma. Não façam isso.

Veremos como vai ser. Vamos preparar as nossas Pipocas Caramelizadas.

Beijinhos

Entrevista Verde

ENTREVISTA VERDE || COLD COFFEE GIRL

Uma Entrevista a uma Blogger Açoriana que gosta do tema Veganismo e Vegetarianismo.

Olá Nossos Devanienses ( E Querida Raquel Roque )!

 

Sobre Mim

 

A Raquel Roque é uma Açoriana e Blogger. Tem um Blog muito interessante que é o Cold Coffee Girl. A Raquel assumiu que gostou muito de responder às nossas questões. Bastante inocentes, sabemos. É um tema que estamos a aprofundar lentamente.

A Raquel gosta bastante do tema e por isso aceitou participar no nosso Projecto. Agradecemos de coração. Este Projecto está a ser cada vez mais emocionante. Além disso, está a ajudar-nos a aprender mais e mais sobre este tema tão interessante e importante.

Como diz Hernâni Carvalho ” A mentalidade é a última coisa a mudar.”. E aos poucos e poucos pode ser que as pessoas tornem os seus hábitos mais saudáveis. Não no sentido de se tornarem Vegans ou Vegetarianos, é uma decisão de cada, mas quem sabe acrescentar umas receitinhas deliciosas à alimentação. É um desafio muito difícil de se realizar?

 

 

Aqui estão as respostas da Raquel Roque e a minha favorita é a três.

1– Desde quando começou este teu interesse pelo Vegetarianismo e pelo Veganismo? Porquê?

Sou fã de comida e quando mais diferente melhor. No entanto, à cerca de uns dois anos para cá o interesse por comida vegetariana aumentou.

2 – Já alguma vez ponderaste tornar-te Vegetariana ou até mesmo Vegan? Porquê?

Sim. Penso que é um estilo de vida alternativo e que poderá trazer mais qualidade na nossa alimentação.

3 – Na tua opinião, porquê que uma parte da Sociedade considera uma modinha?

Muito culpa das redes sociais e de alguns “influencers”. Apesar de considerar este tipo de crescimento positivo, as pessoas não procuram comer comida vegetariana/vegan porque é boa, mas, sim, porque a pessoa A, B ou C foi aquele restaurante.

 

 

4 – Achas importante que a Sociedade tenha um pouco mais de noção sobre o tema, visto que uma grande parte só critica?

Sim. Há pouca noção do que realmente é a comida vegetariana e vegan. Por isso ouvimos comentários como “se virares vegetariano vais comer erva.” “Vais comer só alface”. Isso só mostra a pouca informação acerca desse tipo de alimentação e do quão rica poderá ser.

5- Alguma coisa mudou na tua vida desde este teu interesse?

Sim. Quando comia fora optava sempre por comer um prato de carne, agora já estou mais aberta para pedir e experimentar pratos diferentes.

6 – Mudou alguma coisa na tua alimentação e\ou no teu consumo em geral desde que te interessante pelo tema?

Sim. Pelo menos durante a semana como 2 ou 3 pratos vegetarianos e sinto-me bem em o fazer. E influenciei a minha família a o fazer também.

 

 

7 – Na tua opinião, faz algum sentido quando questionam o porquê de gostarmos de animais e mesmo assim comermos?

Não, acho que uma coisa não tem haver com a outra. Sou amante de animais e vivo numa zona em que a produção de gado é fundamental para a região. Se fossemos pensar assim não comiamos nada. Por exemplo, gosto de peixe, mas não o vou tirar do mar porque ele pertence à cadeia alimentar de outros animais. Ou não vou comer alface porque as larvas e caracoís das terras precisam da alface.

8 – A tua alimentação teve alguma alteração com o teu interesse no tema?

Sim. Procuro sempre fazer pratos novos e diferentes, por isso estou sempre a procurar receitas que me permitem explorar o mundo vegetariano e o vegan. E, até, consigo comer alimentos como a curgete, que antes era impensável gostar.

 

 

9 – Alguma vez fez-te confusão ires a um Talho ou a uma Peixaria?

Apesar de serem locais em que não gosto muito de ir, não me mete confusão lá ir.

10 – Achas que é um tema interessante para ser debatido? Porquê?

Sim. É um tema que muitas pessoas conhecem apenas de forma superficial e daí criam-se ideais e rotula-se muito quem tem interesse na área. Se esse tema chegasse de forma correta a mais pessoas acho que elas passavam a ver a alimentação vegan e vegetariana de outra forma.

 

 

Gosto bastante da terceira resposta, porque há muito o rótulo da “Blogger de Restaurante”. Não tem mal irem a um Restaurante comer algo saudável porque um Blogger, Youtuber ou Instagrammer foi lá. A parte negativa é que a maioria não associa a algo saudável e bom para ela própria, mas sim a quem indicou. Comeriam do mesmo modo se fosse um prato de carne ou peixe.

É uma “moda” boa. Coloco moda entre aspas, porque não é uma moda, mas associam a moda à nossa profissão (de Blogger).

O problema das Redes Sociais é que dão uma má imagem de quem tem uma alimentação mais saudável, porque não é aquela que nos habituaram desde pequenos ( Fico feliz pela minoria que não é quase impingindo em criança a comer carne, peixe e leite não materno). Depois vêm aquelas frases tão preconceituosa e matadora “Só pode ser coisa de Vegetariano. Não têm mais nada para fazer. Olha para mim a comer carne. Nem quero saber.”.

É tão errado, nas Redes Sociais, ser Vegan, Vegetariano e Professora de Português. Qualquer coisa é “Deve ser Professora de Português, só pode.”. É algo errado? Talvez em Portugal, seja. Um Professor para duas turmas só para pouparem dinheiro. As turmas pequenas são o segredo do sucesso…

 

 

Há quem seja reticente as mudanças, mesmo que essas sejam boas. “Se sempre escrevi assim, porquê evoluir?”. “Se sempre comi deste modo, porquê melhorar?”. É triste, mas é a realidade.

“Estás a dizer que somos os únicos animais que não precisamos de carne para me fazeres uma lavagem cerebral.”. A única lavagem que pode haver é intestinal. Um organismo mais saudável.

Demos tempo. Muito tempo. Bastante tempo. Porém, vou dar um exemplo que serve para tudo. Um homem foi analfabeto até aos sessenta e cinco anos, formou-se com oitenta e cinco porque quis!

Beijinhos

Blogagem Colectiva

ROTINA MATINAL || PRODUTOS USADOS

O Grupo do Facebook “Girl Boss”, dirigido por Anne Lima, propós as suas participantes a aderirem a uma Blogagem Colectiva do mês de Agosto.

Olá Nossos Devanienses!

 

Foto de Anne Lima.

 

A Blogagem Colectiva do Grupo do Facebook definido como Girl Boss  será realizada durante quatro semanas. Sendo quatro temas diferentes. Uma maneira de interagir com outras Bloggers. De crescer na Blogosfera. Para chegarmos mais perto do Sucesso, a Anne Lima estipulou algumas regras importantes.

A postagem deve ser feita entre os dias cinco e onze de Agosto de dois mil e dezoito sobre o tema escolhido em votação, Produtos de Beleza. Não pode ser um artigo antigo. Devemos linkar o Grupo do Facebook para divulgar no Post ou colocar o link no Banner no final do Post. Devemos linkar os posts dos Participantes da Blogagem Colectiva.

 

Foto de Anne Lima.
O subtema que eu escolhi foi a minha Rotina Matinal. É rápida e simples. Quando me maquilho, normalmente, espero trinta minutos.

Começo pelo Tónico, depois coloco o Creme Rosto, o Creme de Olhos e, por fim, passo o Bálsamo. Simples, não é mesmo? Confio imenso nestas marca: A Avon, a Barral e Natura Sibera.

 

 

Há muito que ia escrever-vos sobre o Creme de Olhos da Natura Sibera. É uma marca bastante boa. Foi-me oferecida no meu Aniversário. Dura bastante, pois uma pequena dose chega. Dura mesmo horrores.

Ideal para qualquer Estação do Ano. Devemos cuidar da pele diariamente, principalmente devido à poluição existente. Aqui a pessoa tem muita preguicinha de tratar da pele à Noite, mas pelo menos tenta. Sou Blogger de Lifestyle e não de Beleza, por isso. É uma boa desculpa sim, Francisca.

Visitem o trabalho da Bárbara!

Beijinhos

 

 

Felipe Neto

FELIPE NETO CRIA UM NOVO PRECONCEITO || ESTADÃO

O Blog Devaneios de Miss L é o Novo Estadão. Temos de parar com este absurdo!

Olá Nossos Devanienses!

 

Resultado de imagem para Felipe Neto cria preconceito

 

Felipe Neto é um dos grandes Youtubers da actualidade. Adoro acompanhar o trabalho dele e isto acontece desde o início. Tem uma excelente forma de divertir. Como se sabe, quanto mais alto se sobe na vida, mais invejosos aparecem. Eles multiplicam-se. Já dizia o Vilão do Corcunda de Norte Dame em relação aos ciganos. Ele será mesmo o Vilão ou é Esmeralda? Fica para Trabalho de Casa.

O Estadão é quem mais faz manchete à custa de Felipe Neto. É verdade? É mentira? O que importa? Só importa é vender, não é mesmo? As Fake News, principalmente as más, são as que vendem mais, por isso…

Agora o nosso Blog será o novo Estadão. Felipe Neto passa dos limites neste vídeo.
Resultado de imagem para estadão notícia de Felipe Neto

 

Estava a ler um post duma mulher que foi demitida porque perguntou ao Chefe que era careca até onde lava o rosto. Uma curiosidade interessantes. Eu tenho as minhas. Felipe Neto disse que era Carecofobia.

Francisca, é mesmo para rir. Felipe Neto é uma pessoa sensacional, inteligente e cheio de humor. Carecofobia. É muito bom! Até porque há quem saiba que é, há quem finja que não é e quem não sabe que é. Há vários casos de cada. Os que não sabem são aqueles que por terem cabelo de lado, pensam que também têm na parte de cima da cabeça. Acontece.

Parabéns pelo teu sucesso, Felipe Neto. Francisca, claro que o Felipe Neto lê todos os dias à Noite o nosso post diário. Antes das Leituras da Noite. Toda a gente sabe que é por isso também existe inveja que tenta atacar o nosso Blog. É mesmo esse o motivo, Francisca. Enfim…

Beijinhos

Entrevista Verde

ENTREVISTA VERDE || SARA CANHOTO

A Sara Canhoto vai dar o seu ponto de vista em relação à sua mudança de vida e espera ajudar alguém desse lado.

Olá Nossos Devanienses ( E Querida Sara Canhoto )!

 

Healthy Food & Me

Gostaria de agradecer à Sara Canhoto por aceitar participar no Projecto. Este Projecto é muito importante para nós. Esperemos que ajude a alguém desse lado.

A Sara é Vegan e isso tem ajudado muito no seu dia-a-dia. Vou citar a pequena discrição da Sara:

Olá, sou a Sara, tenho 24 anos e no verão de 2016 fui (finalmente!) diagnosticada com fibromialgia. Sou intolerante à lactose e possuo o Síndrome de Hipermobilidade Articular. Como a medicina tradicional não me conseguiu ajudar a suportar todos os sintomas da fibromialgia, recorri à Medicina Quântica associada a uma dieta cuidada.

 

 

Retirando o glúten, açúcar e carne (vaca, porco, frango, etc.) e com os devidos suplementos (para a parte muscular) comecei a ganhar qualidade de vida. Comecei a voltar a sentir energia, mas ainda não estava “perfeito”.

Sendo bióloga, sempre me preocupei com o sofrimento animal e consequências ambientais da indústria animal. Comecei por retirar iogurtes e o queijo, mas ainda não me sentia “descansada”. Foi então que retirei qualquer tipo de carne, baseando-me apenas em vegetais, leguminosas, frutas e ovos biológicos dos meus avós.

Em Agosto de 2017 decidi optar por uma alimentação vegetariana restrita e por me tornar vegan 🙂 

Sou ainda nova nestas andanças, mas gosto de ir experimentando e fotografando para mostrar que, não, os vegetarianos e veganos não passam fome e muito menos comem só salada!

 

6dadf9e0-2595-44eb-815e-1ced8b72c1ca

 

Vamos passar para a nossa bela Entrevista!

 

  • Há quanto tempo és Vegan?

 

Fez este mês um ano!

 

  • Começaste por ser Vegan ou Vegetariana? Se foste Vegetariana, durante quanto tempo o foste?

 

Comecei por ser vegetariana, fui apenas vegetariana durante uns 8 meses até que decidi que não era suficiente e tornei-me vegan.

 

  • Como começou esta tua nova jornada neste Mundo Vegan?

 

Começou pelo facto de ter uma doença auto imune que me provoca constantes dores e inflamação. Aconselharam-me a tirar lácteos, carne, soja e glúten. Ao retirar a carne apercebi-me o quão fácil era e pesquisando documentários e afins sobre a indústria e exploração animal, decidi que devia retirar totalmente qualquer produto de origem animal. Primeiro a alimentação e depois os produtos de cosmética e afins.

 

  • O que mudou na tua vida?

 

Tudo. Para além de ser mais saudável e mais enérgica, sou mais feliz, leve, consciente e sei que faço o melhor pelos animais, ambiente e para mim. Ganhamos uma nova visão do mundo que nos rodeia, deixamos de ver um bife e vemos um animal que sofreu e morreu para que se possa comer algo que não se necessita. Ganhamos compaixão e força para lutar pelo o que acreditamos. Começamos a pensar no que realmente importa e merece atenção.

 

5e569ea8-0e8c-4ad9-b682-6ffa67317031

 

  • Qual foi a tua maior dificuldade no início?

 

Ao contrário do que se pensa, não é difícil deixar de se comer certas coisas. O mais difícil é aprenderes que combinações de sabores gostas, as texturas e afins, mas assim que experimentares e perceberes como cozinhar, como misturar e como temperar, é fácil e rápido.

 

  • Qual é a tua maior dificuldade atualmente?

 

Que as pessoas nos levem a sério. Falar que X faz mal ao nosso organismo por causa disto e disto e responderem-nos, “mas sabe tão bem!”. Zonas como a restauração não estar minimamente informada tira-me do sério. Não me refiro a saberem cozinhar tofu ou seitan ou algo do género, refiro-me a sugerirem a um vegetariano comer camarão ou atum. É ridículo.

 

  • Qual é tua comida Vegan favorita?

 

Gosto de tudo o que cozinho. Mas posso dizer que adoro veganizar refeições que são originalmente com animais ou derivados. Como a bolonhesa, a pizza, hambúrguer, bacalhau à Brás, etc.

 

 

 

  • Tens alguma Nutricionista a acompanhar-te?

 

Tenho uma naturopata a acompanhar, não por eu ser vegan mas por causa da doença, óbvio que indiretamente ela me ajudou no início da transição, mas pesquiso muito e tenho vários livros que ajudem quem não percebo do assunto (é só no início, prometo!).

 

  • Tens algum Dia do Pecado, ou seja, um dia com carne, nem que seja uma ver por ano?

 

Esta pergunta só faz sentido a uma pessoa que esteja a fazer uma dieta para perder peso, ganhar músculo, etc. Tal como disse, uma pessoa torna-se vegetariana pois não quer que animais morram e sofram por algo que essa mesma pessoa não necessita. Ora não faz sentido sequer se pensar que essa pessoa queira voltar a tocar em carne. O dia do pecado não seria para essa pessoa, mas sim para a vítima que estaria no prato. Não é por ser “apenas” uma vez por ano que deixa de ser algo horrível de se fazer, basta trocar o papel de uma vaca por um humano e digam-me se eu espancar, violar e retirar o filho a uma mulher, uma vez por ano, se é menos grave…

 

 

 

  • Que conselho dás a quem quer ser Vegan?

 

Primeiro que tudo, pensar bem nas motivações, informar-se muito bem. Existem imensos documentários fantásticos que explicam tudo (What the Health, Cowspiracy, Before the Flood, etc). Não aconselho a que se retirem os alimentos todos de uma vez. O corpo precisa de adaptação. Eu, por exemplo, retirei primeiro a carne e os lácteos, depois peixe e mariscos e só depois os ovos.

Outra coisa muito importante de destacar é que ao ser-se vegan, está a seguir-se uma filosofia de vida de amor, compaixão e proteção para com os animais, ou seja, nós não queremos usar pele, lã, seda e produtos testados em animais (tudo o que é vendido na China é testado). Mas ninguém nasce ensinado! Se, por alguma razão, se enganarem e comprarem um champô que depois descobrem que testa em animais, não se desmoralizem. Para a próxima já sabem! Ninguém é 100 % vegan, senão não usaríamos carros, telemóveis, televisões e por aí fora. Fazemos o melhor que podemos, e isso, já faz toda a diferença!

 

 

Não a conheço pessoalmente, mas posso dizer que a Sara é uma pessoa demasiado linda e aprofundei mais o tema. Questionei que se não fosse a maldita doença, mais cedo ou mais tarde, a sua alimentação teria o mesmo rumo. Não passa duma suposição claro. No caso dela ajudou na decisão.

“Eu sempre admirei e quis ser, mas na altura ainda vivia com os Pais, o que daria mais trabalho para eles. Como isto começou tudo devido à doença foi mais fácil toda a gente aceitar e agora eles só comem mesmo peixe.”

Ela conseguiu mudar a vida dela e de mais duas pessoas. MARAVILHOSO! Como uma doença pode ter algo de positivo se nós quisermos.

 

 

Tem aqui um post que achei muito interessante. Sobre Ser Vegan e ir a um casamento sem problema. As pessoas fazem um bicho de sete cabeças, complicam, chamam de errado…

OBRIGADA, SARA!

Beijinhos