Teorias ou Manias

Ser Trouxa || Em 2018

Olá Nossos Devanienses!

 

Um dos desejos de Ano Novo de muitos foi deixar de ser trouxa, não é verdade? É assim tão importante para vocês? Claro, de contrário não incluiriam nos vossos desejos e resoluções de Ano Novo.

Isto deve-se ao facto de ser trouxa tem uma carga muito negativa. O trouxa é aquele que é enganado, aquele que dá mais.

Ou seja, quem quer deixar de ser trouxa quer ser igual àquele que lhe fez de trouxa? Não? Vejamos: ser feito de trouxa magoa. Estamos todos de acordo neste ponto.

Porém, é preferível ser traído do que trair. Falando em casos mais redondos, digamos assim. Pois os actos ficam com quem os prática. A consciência pesada, caso haja (sabemos que nem sempre há), fica do lado de quem trai. Somos unânimes neste ponto? Talvez sim, talvez não. São teorias.

O trouxa é aquele que ama mais, que sente mais, que mais quer o bem da relação. Isso é mau? Não.

Quem faz de trouxa é o que ama menos (será que ama?), que sente menos, que não quer o bem da relação. Isso é mau? Sim.

Logo, devemos ser trouxas sim. O desejo deve ser, a quem o faz, deixar de fazer os outros de trouxa.

Por um Mundo com mais trouxa e com menos de quem faz de trouxa.

Beijinhos

One thought on “Ser Trouxa || Em 2018

  1. Você tem razão, quando somos trouxas até sentimos a mágoa por termos sido usados. Mas o outro vai sempre carregar o fardo de ter enganado alguém, e se perdoar é muito mais difícil que perdoar outra pessoa. E realmente precisamos de mais corações sinceros e dispostos e a tentar outra vez 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *