Resenha

RESENHA DO FILME || A NOITE DOS MORTOS VIVOS

Olá Nossos Devanienses ( Espero Que Estejam Vivos )!

 

Resultado de imagem para A noite dos mortos vivos 2013 Netflix

 

Há muito, mas mesmo  muito tempo que via esta imagem e não sabia de que filme era. Por mais filmes que visse, nunca encontrava esta criatura. OBRIGADA, NETFLIX! 

Pena ser um remake. Eu, pessoalmente, não gosto de remakes. Tira muita coisa do original. Pelo menos, dos que eu tenho visto, fiquei com essa ideia. Ideias que estavam no original são completamente eliminadas nos remakes. Posso ter visto os remakes errados. Também acontece.

Tem algum cliché? Tem algum cliché. É um pouquinho previsível? É um pouquinho previsível. É demasiado adolescente? É demasiado adolescente. Porém, contudo, apesar disto tudo, no final surpreende. Não vamos dizer o porquê de surpreender, porque não vamos fazer spoiler, mas podemos afirmar que o é.

 

Resultado de imagem para A noite dos mortos vivos 2013

 

É um filme que apesar de não nos assustar, surpreendia. Isso é bom.

Adorei o facto que colocarem o nome do cão de “Avô/Grandfather” é bastante carinho e até emocionante. Aquele cão estava ligado aos dois Irmãos como uma espécie de protecção. Se eles acreditavam que o cão possuia a alma do Avô ou se era um nome carinho, não foi referido. Talvez no original falassem disso ou simplesmente não achassem relevante.

Conforme diz na Netflix como apresentação: “Nesta versão do clássico de terror de Sam Rimi, um grupo de amigos descobre um livro malévolo e inadvertidamente liberta um exército de demónios sedentos de sangue.”. Já aqui denuncia que é um remake e que devem haver incansáveis versões. O original é de mil novecentos e oitenta e um.

 

Resultado de imagem para A noite dos mortos vivos 2013

 

Um exército de demónios? Não usaram os clichés do costume nesta parte. Tipicamente, não acreditam na miúda, porque está num processo de desentoxicação Porém, isto acontece depois de verem gatos mortos pendurados na cave. Normalíssimo. É mesmo para pensar: “Não vamos sair daqui, porque a miúda está dizer para irmos. Ela só está a ressacar.”. Como assim?

Claro que se eles não ficassem lá, não haveria filme. Se não houvesse amor, não haveria aquele final. Sim, nós sabemos, mas custa a engolir. Custa a engolir, mesmo.

É considerado violento. Cinco almas. Tem simplesmente, muita coisa que não é explicada ou simplesmente não compreendemos. Ou exigimos de mais dum simples filme.

Beijinhos

Deixar uma resposta