Teorias ou Manias

Francesinha Vs Franceburguer || Qual Escolher?

Olá Nossos Devanienses!

 

Eu adoro comer e culpo bastante o meu signo. O signo de Touro é conhecido como comilão. Eu amo usar essa desculpa no que toca a comida que eu gosto.

Francesinha ou Franceburguer, qual delas a melhor? Para quem não sabe, Franceburguer é a Francesinha com hambúrguer em vez de bife.

Pessoalmente, eu prefiro o Franceburguer, pois é mais tenro. Não corre o risco de ter o bife duro. Já me aconteceu, ir a um sítio pela primeira vez e bife estar duro. Com o Franceburguer não há erro. Ou pelo menos, esse erro.

Torna a comida diferente, mudando só um detalhe.

Beijinhos

Teorias ou Manias

Pizza Aos Modos || Teorias ou Manias

Olá Nossos Devanienses (E Pizza)!

 

Quem dai gosta de pizza? Quem adora? Podemos afirmar que é muito raro encontrar alguém que não goste desta iguaria italiana. Há para todos os gostos. Para a menina e para o menino.

É um prato bastante apreciado por muita gente.

Uns são adeptos da massa fina e outros da massa grossa.

Uns com ervas aromáticas e outros sem. Eu gosto bastante com ervas aromáticas. Dá outro sabor.

Há quem coma à mão, outros de faca e garfo e também com o auxílio do guardanapo. Eu como ou com talheres ou com as mãos. Lamento, mas dispenso o guardanapo. Não é prático. Prende logo o queijo. Um desperdício.

Há quem comece pela ponta bicuda e há quem comece pelo pão. É muito raro não começar pelo pão. Adoro deixar o melhor para o fim.

Uma pizza que tenha azeitona é magnífica. Adoro azeitonas. Misturada com o queijo é divinal.

Lamento que o Continente já não fabrique as pizzas vegetarianas de marca própria. Eram qualquer coisa doutro mundo. Quem sabe, um dia voltem.

Beijinhos

 

Teorias ou Manias

Ser blogger || Obrigada

Olá Nossos Devanienses!

Parece que alguém está com seis anos e dois dias neste Mundo à parte. Posso dizer que é maravilhoso! É um trabalho muito gratificante. Faz sorrir, faz os olhos brilharem de felicidade, talvez (de vez em quando) faça chorar. Sim, aquele objectivo maldito que parece longínquo.

Cada passinho que dou neste Mundo é fabuloso. São pequeninos, mas sabem muito bem.

Gostaria de admitir algo para vocês. Algo que já devem ter percebido. Detesto a parte de divulgar. Para mim é bem chatinha.

Já sonhei em ter uma empresa própria e ter uma secretária só para divulgar. Seria perfeito.

Claro que “sonhei” está mal empregue. Ainda sonho com essa empresa. Há-de chegar. Não foi aos 5 anos. Não foi aos 6 anos. Quem sabe aos 10 anos. Não desisto. Ser blogger é isso mesmo: não desistir.

Beijinhos

Teorias ou Manias

Resoluções de Ano Novo || A Sério?!

Olá Nossos Devanienses!

Parabéns pelo sexto aniversário do blog e obrigada a vocês todos!

O ano já tem dez dias e a maioria já se esqueceu dos desejos que pediu à meia noite. Ir para o ginásio? Ter uma alimentação melhor? Ser vegetariano? Dormir mais horas? O que é isso?!

Simplesmente, reciclam os desejos dos outros anos e fazem figas para que seja este ano da mudança. Mudança de quê? De país? De nome? Qual mudança? A maioria esquece-se.

“Este ano, vou acordar às cinco da manhã todos os dias e vou correr!”. No outro dia, são seis horas e ainda está na cama.

” Este ano, vou ser vegetariana!”. No doa seguinte, vai ao Burguer King e come o maior hambúrguer. Referi o Burguer, pois é o que prefiro.

“Este ano, vou para o ginásio.”. Paga a inscrição, vai lá nos primeiros dias ver as vistas e depois desiste.

A quem é que a maioria quer enganar? As uvas passas?

Todos os anos são iguais, até tu dizeres que basta e fazes a diferença para ti próprio. Essas mudanças nunca podem ser para os outros.

Este ano vou… Este ano vais o quê? Completar mais um ano e pouco mais.

Será que queres mesmo realizar essa lista reciclada? Se sim, porquê que ainda não a cumpriste? Será mesmo essa lista o teu futuro?

Beijinhos

Teorias ou Manias

Treta Entre Youtubers || Neto Vs Castanhari

Ki Nossos Devanienses ( e Felipe Neto e Felipe Castanhari)!

Esta treta já é bem antiga. Alfinetadas não faltam. Porém, há uma questão que se impõe: Será verdade ou Marketing? 

Não sabemos a resposta. Até porque não convivemos com eles. O que é pena, porque ajudaria bastante o blog. Chegaria a mais pessoas. Chegaria a mais mundos. Chegaria a outros patamares. Chegaria mais longe.

Só podemos falar sobre o que observamos de fora. Visto de fora, parecem-nos duas pessoas bastante inteligentes.

Isto porque, Felipe Castanhari já citou num dos seus vídeos que o Felipe Neto está sempre a falar dele nos trabalhos apresentados no YouTube. Isto quer dizer que Felipe Castanhari assiste aos vídeos de Felipe Neto. Isto só mostra a inteligência dele. Visto que fala com bases. Do mesmo modo que eu sei que não gosto, actualmente, de “Crepúsculo”, porque li e vi um dos filmes. Não fui pela cabeça dos outros. Posso concluir, após a minha análise, que não gosto. O Felipe Castanhari é igual: sabe que falam dele, porque assiste. Não fala à toa.

O Felipe Neto nota-se desde o início que é uma pessoa bem inteligente e com uma grande bagagem. Apesar de falar numa linguagem simples para os seus seguidores entenderem. Já citou inúmeras vezes que lê antes de dormir. Isso é um acto de inteligência. Ele cultiva-se diariamente. Como ele já referiu: o importante não é o que se lê, mas sim ler.

O que eles fazem, não passa de publicidade gratuita um para o outro. De fora, não posso afirmar se é de proposito ou não.

Na Rectrospectiva 2017 de Felipe Castanhari, este falou de Felipe Neto e Bruno Correa ( não é Correia como em Portugal). Esta retrospectiva foi pessoal, logo o Felipe Neto foi relevante para ele durante o ano que passou. Caso contrário, não tocaria no nome dele numa retrospectiva pessoal. Penso eu, claro.

Acredito que não tenha passado duma brincadeira, porém só mostra que Neto e Correa foram relevantes no ano findado para Castanhari.

Aliás falou dos Neto. Não tenho mesmo a noção do tempo, visto que julgava que a Banheira de Nutella tinha sido em 2016.

Assisto a ambos, sem qualquer problema. Cada um com as suas Tretas, montadas ou não. Não podemos negar, que serve de marketing. Um nome não falado, é um nome esquecido.

Que ambos poupam um bom dinheiro em publicidade, não se pode negar. Uma mão lava a outra.

Dizer bem ou mal, não importa, pois gera curiosidade. A curiosidade dá visualizações. No caso do YouTube, visualizações dão dinheiro.

Gostamos de ambos os trabalhos. Quem sabe, um dia (se é que já não aconteceu), trabalhem juntos.

Beijinhos

 

 

 

Teorias ou Manias

Ser Trouxa || Em 2018

Olá Nossos Devanienses!

 

Um dos desejos de Ano Novo de muitos foi deixar de ser trouxa, não é verdade? É assim tão importante para vocês? Claro, de contrário não incluiriam nos vossos desejos e resoluções de Ano Novo.

Isto deve-se ao facto de ser trouxa tem uma carga muito negativa. O trouxa é aquele que é enganado, aquele que dá mais.

Ou seja, quem quer deixar de ser trouxa quer ser igual àquele que lhe fez de trouxa? Não? Vejamos: ser feito de trouxa magoa. Estamos todos de acordo neste ponto.

Porém, é preferível ser traído do que trair. Falando em casos mais redondos, digamos assim. Pois os actos ficam com quem os prática. A consciência pesada, caso haja (sabemos que nem sempre há), fica do lado de quem trai. Somos unânimes neste ponto? Talvez sim, talvez não. São teorias.

O trouxa é aquele que ama mais, que sente mais, que mais quer o bem da relação. Isso é mau? Não.

Quem faz de trouxa é o que ama menos (será que ama?), que sente menos, que não quer o bem da relação. Isso é mau? Sim.

Logo, devemos ser trouxas sim. O desejo deve ser, a quem o faz, deixar de fazer os outros de trouxa.

Por um Mundo com mais trouxa e com menos de quem faz de trouxa.

Beijinhos

Teorias ou Manias

Ser Youtuber || Teorias ou Manias

Olá Nossos Devanienses!

 

Ser ou não ser Youtuber é uma grande questão. Porém, pode ser tomada de ânimo leve, nada impede. Chega lá, cria um canal, faz o vídeo (e edita-o) e coloca. depois desta agitação toda, pensa “Eu criei um canal e agora?!”. Vê como corre. A vida são fases de tentativas.

Como temos no Instagram, uma frase de Felipe Neto ” Se é o teu sonho, tenta de novo.”. Só não falha quem não tenta.

Para ai, no terceiro ano do blog (sim, daqui há cinco lindos dias faz seis anos), eu até queria arriscar, mas encarar a câmara era o meu Calcanhar de Aquiles. Fui adiando.

Porém, hoje em dia, não faz sentido para mim. O blog enche-me por completo. Claro que os dois podem encher por completo à sua maneira. Mesmo assim, eu vejo-me como o Felipe Neto, começou com um blog, o Comando Remoto, e deixou tudo para abraçar o YouTube.

O que gostaria de dizer com isto é que, um dos nossos compromissos (ou objectivos) de 2018 é continuar com os posts diários.

Ser Blogger e YouTuber não dá para cumprir. Um fim-de-semana não chegaria para fazer sete posts e ainda fazer uns dois videos. Sim, trabalhamos com agendamentos.

Eu gosto bastante mais da escrita. Faz-se uns cortes melhores, digamos assim. Além disso, teria de aprender a editar (sou old para isso). Posso aprender, claro, mas o que me puxa, atualmente é a escrita.

Não sou muito de stories. Porque prefiro que a minha escrita fale por mim.

Prefiro ser blogger e cumprir com os posts diários e tudo mais do que tentar ser os dois e não cumprir nada.

Ser blogger está-me no sangue, digamos. Ser Youtuber estava nos planos.

Beijinhos

Teorias ou Manias

Tipo de Pessoas no Ano Novo || Bem Vindo 2018

Olá Nossos Devanienses ( E Ano Novo)!

Eu sou bastante caseira e nem sempre saiu no Ano Novo. Prefiro ficar no vale dos lençóis e dormir. Dormir é tão bom. Fazer o nosso trabalho também. Porém, o acto de ficar inconsciente por algumas horas (ou segundos) é maravilhoso.

Já reparei ao longo destes imensos anos de vida que há vários tipos de pessoas no Ano Novo (também um pouco antes deste dia, após o Natal). Para quem não sabe, nasci em 1900 (brincadeirinha do bem. Foi só uma fotocópia do meu cartão de cidadão que parecia que tinha este ano).

As substiciosas. É completamente impensável para estas pessoas vestir preto. Pode ser a junção de todas as cores, mas para elas é completamente proibido. Quando vêem uma pessoa de preto na viragem do ano, parece que vêem Satanás. E toda a roupa tem de ser nova, a estrear. A pessoa que a usa pode ter mais de vinte anos, não importa.

 

As realistas. Estão-se a marimbar para as substições. Na cabeça delas, o próximo ano vai ser igual ou pior. Sabem que quem prometeu ser uma pessoa mais saudável no próximo ano vai continuar a comer hambúrgueres no restaurante da esquina.

 

As bebedas. Regam a viragem do ano com bastante álcool. Falam com toda a gente do rolê. Conhecem toda a gente, na teoria, claro.

 

As choronas. Também seja uma subcategoria das bebedas. Choram de saudade. Choram de alegria. Choram de emoção. Choram por chorar.

 

As sérias. Tem cara de tacho a noite toda. Nem um sorriso. Sempre sérias a analisar. A fazer o relatório completo. Não saem da linha. Nem com os olhos sorriem. Normalmente, com champanhe na mão.

 

As que ostentam. Mostram tudo nas redes sociais. Roupa nova. Limusine. Champanhe do mais caro. Reserva no hotel mais caro. Sorriso na cara. Maquilhagem para disfarçar tudo. Grupo escolhido a dedo. Gracinhas tolas.

 

A Caseira. Fica em casa. Uma manta. Lareira acesa. Pipocas de açúcar e canela. Uma boa escolha de filmes terror. Chocolate. Gomas. Pijama quente.

 

Talvez hajam mais categorias e subcategorias, mas não nos recordamos.

Beijinhos

Teorias ou Manias

Ser Escritor || Teorias ou Manias

Olá Nossos Devanienses (e Escritor)!

 

Parece que o blog tem um novo quadro. Esperemos que gostem.

Para mim, escritor que é escritor não tem só um bom livro.

O escritor pode ser muito bom, mas só tem livro que o leva o auge e os outros não têm a mesma entrega, não têm o mesmo valor.

A pressão das editoras faz com que os escritores percam o seu valor.  São eles que dão a cara pelo seu trabalho.

Não dá para escrever um livro num ano.

É impensavel. Estou a escrever um livro há quase dois anos e nem a meio vai. Tenho tudo na mente, mas a calma tem de ser ditada.

As ediroras devem dar valor ao tempo dos escritores. Escrever por escrever não dá muito resultado. 

A culpa é dos dois.

Beijinhos