Reflexão

ADORO O OUTONO || MELHOR ESTAÇÃO

Olá Nossos Devanienses!

Eu adoro o Outono. Simboliza o final do Verão e a proximidade do Natal! Falta pouco, nós sabemos. Já estamos a preparar as nossas listas com muito amor.

É sinónimo de manga comprida, lenços ao pescoço, casacos fofos. Adoro lenços. Daqueles compridos que dão para dar muitas voltas e usar de mil e uma formas.

As folhas no Outono são lindas. Aquele amarelo acastanhado, aquele mostarda. Encantador!

Também significa que o calor grudento acabou. Dentro dum mês ou dois já se liga a lareira. Tão bom. A vinda da chuva miudinha. Adoro de paixão!

Poderia ser Outono todo o ano. Nada dos extremos do Verão e do Inverno.  Canseira.

Adoro este tempo ameno. E dormir com a chuva a bater levemente? PERFEITO!

AMO O OUTONO!

Beijinhos

Andar Invisível

O POVO DEVERIA TROCAR MAIS IDEIAS || REFLEXÃO

Olá Nossos Devanienses!

Somos a favor de trocar ideias e nunca boatos. Não se deve falar da vida alheia, pois não temos bases. nem de nós próprios temos a cem por cento.
O povo fala, fala, fala daquilo que não sabe. E se houverem consequências, são os primeiros a afirmarem que não têm culpa. “A pessoa que eu comentei sobre a sua vida enforcou-se? Não tenho culpa.”. Tem sim! Se trocasse ideias e não boatos, essa pessoa ainda estaria viva. A culpa nunca é de ninguém.
As pessoas de sucesso trocam ideias.

As pessoas aprendem desde tenra idade a falar da vida alheia e acham normal. Não, não é normal.

Se fosse normal, aprender-se-ia na Escola. Haveria uma disciplina sobre boatos e se a pessoa em causa se suicida-se, ganhariam mais pontos. Parece um jogo, não é mesmo?

Deveria haver uma disciplina sobre troca de ideias. Deveria, mas não há.

Ligam uns aos outros para falarem de vida alheia. Desnecessário.

O País só irá evoluir com a troca de ideias. Acreditem!

Beijinhos

Resenha

CINCO QUARTOS DE LARANJA || RESENHA DO LIVRO

Olá Nossos Devanienses!

Fiquei rendida ao livro. Fiquei completamente fascinada. Fala sobre uma época que me suscita curiosidade: A época da Segunda Guerra Mundial. A Época Nazi não é a melhor, mas é interessante em termos de História.
A maneira infantil como ela pensava, típico da idade. A obsessão pelo obscuro. O uso das crianças para conseguirem chegar aos cumpridores. Informações inocentes em troca de venenos.
Porém a personagem principal era rija e não se deixava levar facilmente. Lutava. Desde pequena. Era um pouco maldosa, mas inocente para a idade.
Teve uma infância confusa. Não era protegida, por isso, aprendeu a proteger-se.
Na idade mais avançada, não sabia o que era o carinho, pois não aprendeu na infância. Mas tinha garra. Garra essa que nunca perdeu.
Sonhava. Conquistava. Lutava.
Tinha o feitio da Mãe e por isso chocava. Aconselho vivamente!
Beijinhos

Miss L

TU ÉS DIFERENTE || REFLEXÃO

Olá Nossos Devanienses!
Hoje vou escrever sobre uma menina que conheci no ano passado. Vamos chamar de Ana.
Ana tu és diferente de todas as outras. Falo no bom sentido. Sabes porquê? És especial. Demais para ele e tu sabes que vosso amor é impossível.
És uma grande mulher e ele uma criança grande cheio de desculpas.
Ana tu nunca foste a namorada dele e tu sabias. Tu eras mais do que alguém do tipinho dele merecia. Muito mais.
Nunca foram feitos um para o outro, mas tu estavas apaixonada e iludida com as mentiras dele.
Tu vias uma luzinha fraca no fundo tunél e lutavas. A luta era desigual. Tu anulavas o teu sorriso em prol do dele. E o que ele fazia? Andava com a pseudo-melhor-amiga nas tuas costas.
Tu amaste de verdade. Ele não. Tu lutaste pelo que sentias. Ele não.
Ele ria-se da tua cara. Chamava-te de maluca pela costas. E tu? Ana, tu amaste de verdade.
Ele não te deu valor. Tu deste-lhe mais valor do que ele tinha.
Ele perdeu com o fim do vosso caso. Tu não!
Beijinhos

Expectativa

CINCO QUARTOS DE LARANJA || EXPECTATIVA DO LIVRO

Ola Nossos Devanienses!
Espero muito deste livro de Joanne Harris, visto que amei “Chocolate”. Tanto o livro como o filme. Confesso que gostei mais do filme, porque tem Johnny Depp.
Parece magico tudo que Harris escreve, apesar de só ter lido um livro dela. O mais famoso.
Parece falar da época Nazi, logo è um livro delicado.
O título é bem interessante. Espero viajar muito através dele.
Beijinhos

Blogger

DE TUDO UM POUCO || REFLEXÃO

Olá Nossos Devanienses!

Eu e a Francisca tivemos a debater uma coisa muito importante ” Há cada vez mais pessoas a falarem da vida alheia e a trocarem menos idéias”. Para nós é algo muito triste.

E se inventarem melhor. Dá para evoluir assim? Não!

As mulheres estão cada vez mais machistas. Preferem inventar e pisar outra mulher do que lhe dar a mão quando mais precisa.

Vamos dar um exemplo: uma mulher tornou-se viral no Facebook e a sua fotografia em lingerie circulou. Errado! Um homem disse que era a mesma coisa que um biquíni. Uma mulher, sobre a mesma fotografia, o quê que comentou? “Depois queixa-se.”.

Parem o Mundo, nós gostaríamos de sair. Assim não dá. Pensem um bocado.

Troquem mais idéias e tenham sucesso.

Beijinhos

Sociedade

ASSASSINOS SEM VOCAÇÃO || REFLEXÃO

Olá Nossos Devanienses!

Eu a Francisca estevemos a pensar bastante nos dois últimos assassinatos que apareceram nos mídia Portugueses. A miúda que não sabe ser Filha e a Esposa do Triatleta.

Façam as coisas bem feitas. Não somos profissionais, mas lemos sobre e já vimos filmes, dai sabermos que está tudo mal.

A miúda disse “Gostavamos muito dela” antes do corpo ser encontrado.

A Viúva muda o testamento na véspera.

Não dá para ajudar nestes casos. A Polícia até deve-se rir de tão fácil que é.

Pior, a Viúva matou-o na cama com a arma do Amante. O sangue nunca vai sair daquelas paredes. Nunca. Até podem fazer um filme de terror ali.

A miúda e o Marido vão comprar o material juntos e são filmados.

A Viúva deixa o corpo perto de familiares. Mas está tudo parvo ou quê? Não estamos a entender. Grandes antas!

Mais valia nem terem morto ninguém.

E ainda pesquisam na internet. A Polícia só agradece a ajuda. Não passam de abeculas que estavam tão bem quietos.

Ninguém lhes obrigou a dar as entrevistas onde se espanhavam todas ao comprimento. Parecem a “Mãe” daquele miudo que deu a entrevista de auriculares no ouvido. Mentecaptos, no mínimo.

Leiam um livro, aumentem o vosso Desenvolvimento Pessoal e deixem os assassinatos para os filmes.

Beijinhos

Blogger

SER BLOGGER || TEXTO PESSOAL

Olá Nossos Devanienses!

Ser Blogger… No dia dez de Janeiro de dois mil e dezanove vai fazer sete anos que sou Blogget. Sete!

Isso faz-me pensar. Não se é Blogger, num dia,  nem num mês.

É um trabalho árduo para dar tudo ao público. Dar as nossas horas de trabalho.

Vale a pena sim, mas tudo misturado acaba por ser um pouco cansativo. O compromisso que não vamos deixar de ter posts diários.

Estamos quase a completar sete anos. Sete!

Obrigada por estarem dessse lado.

Beijinhos